Depois de meses de muita espera, de enfrentarem filas para as inscrições, receberem as visitas sociais, passarem por rigorosos sistemas de seleção e outros diversos obstáculos, os moradores do Conjunto habitacional Jardim das Esmeraldas em Três Pontas, já estão com suas chaves. A partir de agora, são eles os responsáveis pelos 316 imóveis que foram construídos pela Construtora Cheren, com recursos do Governo Federal do Programa Minha Casa Minha Vida em parceria com a Prefeitura.

A cerimônia oficial de entrega aconteceu na tarde desta quarta-feira (09), não contou com a presença de tantos políticos da esfera federal e estadual, como era esperado, mas abrigados embaixo de tendas, a ausência não tirou a alegria dos beneficiados. Eles levaram a família inteira, convidaram os amigos e muitos chegaram cedo, logo após o almoço para garantir assento nas primeiras fileiras.

07
Foram poucas as autoridades presentes na cerimônia

Abriram a cerimônia, o prefeito Paulo Luis Rabello (PPS), com a primeira dama e secretária de Assistência Social Maria de Fátima Carvalho de Mendonça Rabello, o presidente da Câmara Municipal Luis Carlos da Silva (PPS), a diretora financeira da Altho Empreendimentos e Construções Ltda Angélica da Costa Maia, o Superintendente Regional da Caixa Econômica Federal Delsio Garcia, o Superintendente Executivo de Habitação da Caixa Pablo Sarmento, o Gerente Executivo de Habitação Gilmar Geraldo da Silva e o Diretor Executivo de Habitação da Caixa Teotônio Costa Rezende, que representou o Governo Federal. Chegaram quase no fim da entrega, os deputados do PSD-MG Fábio Cheren (estadual) e Diego Andrade (federal). O cerimonial os chamou para o palco, mas nenhum discursou e logo foram embora.

04
Beneficiados, amigos e a população em geral prestigiou a entrega das 316 moradias

Os discursos foram rápidos, destacaram os investimentos do programa, a preocupação que o governo federal tem mesmo com a crise em manter o programa e por diversas vezes, a conquista dos beneficiados que devem cuidar das residências e fazer do bairro, um bom lugar para se viver, em paz e harmonia. Em seguida, ainda foi preciso formar uma última fila para pegar as chaves e um kit com manual e orientações básicas. Junto as autoridades ou sozinhos mesmos, antes de cada um ir definitivamente para sua casinha, eles fizeram um tur. Enquanto as autoridades falavam, as crianças já aproveitavam da praça e dos brinquedos para se divertirem.

13
Meiriele disse que moradores vão fazer diferente e honrar o Jardim das Esmeraldas

Quem se emocionou foi a jovem Meiriele de Fátima Augusto que representou os moradores. Ela não teve muita cerimônia nas palavras, não conseguiu esconder o choro com a filha nos braços, pregou união e foi direta ao mandar um recado aqueles que criticaram o conjunto habitacional. “Se engana quem disse que aqui seria bairro de mãe solteira e de idosos. Vamos estar unidos e mostrar que eles estão errados,” desabafou. Toda emocionada, Meiriele agradeceu, a Deus, ao Padre Victor, a Prefeitura, e a equipe da Assistência Social. Ela contou que por ser arrimo de família e cuidar dos filhos sozinha, se torna quase impossível construir a sua própria casa.

O prefeito Paulo Luis (foto) em seu discurso desejou que a felicidade e a alegria daquele momento, possam ser as companheiras dos moradores e que nesse ambiente novo, possam crescer e fortalecer o espírito cidadão de cada um, de forma a garantir a qualidade de vida que todos merecem17 e tem direito, possam criar seus filhos com convivência harmônica e próspera, desfrutando das garantias de uma boa infra estrutura urbana e de serviços público essenciais, e assim estabelecer a verdadeira integração desse novo espaço à comunidade.

Para o Chefe do Executivo, os governantes que tem compromisso com a população e com a boa gestão dos recursos públicos, de forma que eles se voltem exclusivamente para melhorar a qualidade de vida das pessoas. “Entregar estas casas nos dá a certeza de que estamos contribuindo com uma parte importante nesse processo de formar cidadãos, pois sabemos que o acesso à moradia é apenas um dos componentes da tão desejada estrutura do bem estar social”, afirmou Paulo Luis.

Ele comentou o momento político turbulento que passa o Brasil, mas elogiou a atuação do governo federal que investiu em habitação social. “Nesse momento difícil da nação, quando a nuvem negra da corrupção despeja ácido na honra dos brasileiros, abala e acende o patriotismo, temos ainda a oportunidade de sermos beneficiados com um Programa desse governo, que possibilitou uma redução no déficit habitacional do país e que trouxe dignidade à muitas famílias” comentou.

Sobre sua Administração, disse que sua equipe faz vigília constante e austera na busca da lisura, da transparência e do equilíbrio fiscal, como princípios da administração pública, tem conseguido alcançar metas importantes no desenvolvimento do Município, e dentre elas a construção dessas casas que se constitui no maior conjunto habitacional de Três Pontas, ampliando os horizontes de tantas pessoas que a partir dessa conquista alçam vôos cada vez mais altos.

O maior conjunto habitacional de Três Pontas

12

No Sul de Minas já foram contratadas mais de 23 mil casas. Esta é a terceira vez que Três Pontas é beneficiada com as casas do Programa Minha Casa Minha Vida. Com as 316 de agora, o Município já tem 1.360 unidades entregues, beneficiando mais de 5.400 pessoas. Cada imóvel entregue nesta quarta-feira está avaliado em R$60 mil, sendo que 13 delas foram adaptadas para pessoas com deficiência.

Cada residência tem área privativa de 43,07, divididos em dois quartos, sala, banheiro, cozinha e área de serviço externa, com piso cerâmico em todos os ambientes. O valor a ser pago nas prestações varia entre R$25 e R$80, importância bem inferior ao preço de um aluguel convencional. “Hoje é um dia muito especial para a Caixa porque estamos realizando o sonho maior das pessoas e das famílias, que é a casa própria. Todos aqui agora, sabem que podem ir para o trabalho e voltar para seu aconchego,” comemorou o Superintendente de Habitação Pablo Sarmento.

De acordo com o representante do governo federal, o diretor de Habitação Teotônio Rezende, o Minha Casa Minha Vida, é de longe, o principal programa de habitação de toda história do Brasil e um dos principais do mundo. Foi lançado em 2009, e já beneficiou mais de 10,3 milhões de pessoas, com a entrega de 2,57 milhões de moradias em todo o país. Já no estado de Minas Gerais, foram entregues 304,98 mil unidades, beneficiando 1,2 milhão de pessoas.

Além de fornecer habitação para quem precisa de auxílio do governo, é também um importante fator de emprego e renda. Já envolveu mais de R$300 milhões. Ao mesmo tempo que ajuda as famílias também emprega, principalmente nas localidades onde estão sendo construídas as casas.

Mesmo com as dificuldades provocadas pela crise, os investimentos no Programa Minha Casa Minha Vida, estão sendo mantidos. Ainda acrescentou que a presidente Dilma assinou para mais dois milhões de unidades.

01
Crianças foram direto conhecer e aproveitar o parquinho do bairro
COMPARTILHAR

Comentários