Uma situação que parece longe da realidade nos dias atuais deve mudar até o fim deste ano: um programa do Governo do Estado de Minas Gerais vai viabilizar sinal de telefonia celular para 57 distritos de 42 municípios que ainda não tinham antenas para fornecimento do serviço. Assim, como no Distrito do Pontalete, moradores sofrem com o sinal ruim que faz com que a ligação só possa ser completada em determinados pontos das residências ou ainda a inexistência de sinal para celular. O local possui segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística(IBGE), em 2010, 2.633 habitantes, mas nos fins de semana, feriados prolongados e dias de festas como Carnaval o número de visitantes e turistas aumenta consideravelmente. O Distrito do Quilombo Nossa Senhora do Rosário já tem sinal de celular.

A segunda etapa do Programa de Universalização do Acesso aos Serviços de Telecomunicações do Governo do Estado de Minas Gerais, o Minas Comunica II. Esta etapa visa implantar o serviço de cobertura celular e comunicação de dados em 692 distritos de 359 municípios mineiros, onde vivem cerca de 1,17 milhão de pessoas. Os investimentos previstos podem chegar a R$ 138,4 milhões.

A primeira etapa do programa foi lançada em abril de 2007 e beneficiou diretamente cerca de 2,5 milhões de pessoas em 412 sedes de municípios, que, naquele ano, não contavam com o serviço de telefonia celular e transmissão de dados. Em agosto de 2008, o programa já tinha cumprido sua meta e levado o sinal de telefonia celular para 100% das cidades mineiras.

A meta é, até o final deste ano, levar o serviço de telefonia celular a 50% desses distritos. O projeto deverá ser concluído até fevereiro de 2016, ou seja, 24 meses após a assinatura do termo de compromisso com o vencedor do chamamento, em fevereiro de 2014.

Denis Pereira – A Voz da Notícia – Com informações da Agência Minas e G1 Sul de Minas

COMPARTILHAR

Comentários