O Instituto de Previdência dos Servidores Municipais de Três Pontas (IPREV), realiza até a próxima sexta-feira (10), no Restaurante Charneca Pesca e Lazer o VI Encontro dos Regimes Próprios de Previdência Social (RPPS) de Minas Gerais.

A abertura foi realizada na manhã desta quarta-feira (08), contando com a participação de autoridades, parceiros e patrocinadores do evento. Durante os três dias, 235 profissionais que atuam no segmento em 65 cidades de todas as regiões do Estado de Minas Gerais, adquirem novos conhecimentos, discutem temas ligados ao Regime específico dos servidores e trocam experiências.

Autoridades enfatizaram a importância do IPREV, pioneiro na promoção do evento e que se tornou referência no Estado, trazendo palestrantes técnicos, que acompanham o dia a dia dos Institutos e instituições como Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil, Tribunal de Contas de Minas Gerais (TCE-MG) e Previdência Social. Fundos especialistas em aplicações de previdência, também realizam palestras durante estes três dias.

A Caixa Econômica Federal (CEF) é responsável por 47% de todos os fundos do país. É a maior gestora de fundos voltados à previdência, pública municipal e estadual do Brasil. Os riscos nas aplicações existem, e por isto, foi criado um departamento exclusivo com economistas voltados para o estudo deste cenário, o que faz a diferença na Caixa, ressaltou o Superintendente Regional da CEF José Antônio da Silva. A equipe é amparada pelas resoluções, como do Conselho Monetário Nacional, que direciona e facilita o trabalho dos gestores e das instituições financeiras.

O prefeito de Paraguaçu José Tiburcio do Prado acompanhou a criação do instituto em sua cidade, na década de 90 quando era vereador e foi um grande incentivador e se diz fã do fundo previdenciário, que dá segurança aos servidores. Em seu discurso, ele focou na responsabilidade dos gestores que precisam fazer bem e bem feito.

O prefeito de Três Pontas Dr. Luiz Roberto Laurindo Dias, acrescentou que os gestores precisam ter uma equipe técnica e política, característica que precisam ser aliadas. Na opinião dele, os institutos não podem ser presos aos gestores municipais, apesar de ser, como em Três Pontas, uma indicação política. Na maior parte do tempo, ele falou da Reforma da Previdência e destacou a irresponsabilidade dos prefeitos que tem a visão apenas política e não técnica. Luiz Roberto se referia a irresponsabilidade que segundo ele é, de se colocar um Plano de Cargos e Salários em prática por causa do resultado da Eleição. Falando das dificuldades que enfrenta em sua Administração com a folha de pagamento, ele contou aos convidados que precisou congelar o Plano para manter a “casa em ordem”: os pagamentos regulares. “Se não tivéssemos feito isto, certamente já havíamos estourado os gastos com pessoal e as dificuldades para honrar os salários seriam ainda maiores”, divulgou o prefeito.

Como forma de economia, Luiz Roberto anunciou a terceirização do transporte na Secretaria Municipal de Saúde que será feito por serviços de táxi, diminuindo os custos com horas extras aos servidores.

O gerente do INSS de Três Pontas Bruno Funchal, o prefeito de Paraguaçu José Tibúrcio, o diretor do IPREV Luciano Diniz, o prefeito de TP Luiz Roberto, o presidente da Câmara Luis Carlos da Silva, o vice prefeito Marcelo Chaves e o Superintendente da Caixa José Antônio da Silva

O presidente do IPREV Luciano Reis Diniz deu as boas vindas aos colegas de institutos, que são responsáveis e atribuiu a realização do evento a sua equipe que montou uma estrutura maior para abrigar mais convidados e patrocinadores, que somam 19 este ano, que são os responsáveis para que o Encontro aconteça. Veio gente do Norte de Minas, como de Espinosa que percorreram 966 quilômetros. Os agradecimentos de Luciano foram primeiro ao prefeito Luiz Roberto, pela confiança em ter colocado sob seus ombros, o Instituto de Previdência e em seguida às pessoas fundamentais na história do IPREV. Uma delas é Geraldo Gabriel de Azevedo (Gegê), Chefe do Núcleo de Administração e Finanças do IPREV,  seu braço direito e também a Chefe do Núcleo de Benefícios, Selmara Bárbara. Foi na gestão dela como presidente do IPREV que o evento foi criado, junto com Gegê e apoio da ex-prefeita Luciana Mendonça. “Sem os dois e a dedicação de todos os nossos colaboradores, não conseguiríamos ter um IPREV sólido e um evento que se tornou referência”.

O diretor do IPREV concluiu informando que a programação é técnica, inclusive as que são ministradas por patrocinadores e os temas voltados aos interesses dos institutos.

Veja a programação

Quinta-feira 

08:30hs – Consolidação de dados – RPPS e Executivo Municipal
Alexandre dos Santos – SF Auditoria e Consultoria
09:15hs – Mercado de Crédito Privado – Fábio Garcez – FMD
09:45hs – Intervalo – Bate papo com Café
10:15hs – Recolhimento do Pasep base de cálculo – Márcio Cammarosono
11:00hs – Normas Previdenciárias e reforma da Previdência
Hernany Cyrelli Raupp – Banco do Brasil SA
12:00hs – Almoço
13:30hs – Cenários e Perspectivas de Investimentos para 2018 – Ciro Augusto Miguel – Caixa Econômica Federal
14:30hs – Cálculo Atuarial – Pedro Moreira – RTM
15:30hs – Intervalo – Bate papo com café
16:00hs – Panorama Geral de Investimentos no Brasil – Sillas Souza César – Terna Capital
17:00hs – Controladoria e Processos no RPPS – Kheyder Loyola
19:30hs – Jantar Dançante e sorteio de brindes

DIA -10 DE NOVEMBRO

9:30hs – Técnico do Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais FISCAP
12:00hs – Encerramento – matula de viagem

COMPARTILHAR

Comentários