Tradição no mundo inteiro, a ceia de Natal reúne famílias. Em Três Pontas, pela primeira vez em muito anos, a família Ferreira Silva vai conseguir se reunir para celebrar o nascimento de Jesus Cristo. E foram tantos parentes – cerca de 80 – que eles precisaram alugar um salão na cidade para receber todo mundo. Veio gente até de  Belém (PA) para poder participar da comemoração.

“Quando nossos pais eram vivos, todos os anos faziam questão de reunir a família. Com a falta deles, foi indo cada um para um lado, se reunindo em pequenos grupos, mas agora quisemos resgatar a tradição e deu certo”, disse a aposentada Maria de Fátima da Silva, que encabeçou a ideia.

Desde a tarde muitos se empenharam nos preparativos dos comes e bebes, que incluem farofa, pernil, chester e pão de queijo. Ao todo, seis irmãos além de filhos, netos e bisnetos vão comemorar juntos esse Natal. Além dos que vivem em Belém, há os que moram em pequenas cidades do Sul de Minas, outros em Curvelo (MG) e também em São Paulo (SP), como o
Agnaldo da Silva Lima, que viajou 460 km só para estar com os familiares. “Nós ficamos distantes o ano todo e o Natal é uma época para nos reencontrarmos. Apesar do cansaço da viagem, vale a pena fazer esse esforço”, comentou.

Já a professora Adriana da Silva Lima terá dupla comemoração na noite. Além do Natal, ela faz aniversário. “Me sinto premiada por ter nascido em um dia como este e ter toda a família ao meu lado”, destacou.

E quem é mais novo também está feliz com o reencontro. “É uma oportunidade de conversar com vários tios e primos que eu não via há muito tempo e tem até gente que eu acabei de conhecer”, disse Hugo Lima Soares, de 12 anos. (G 1 Sul de Minas)

COMPARTILHAR

Comentários