Carreta da Mamografia do Governo do Estado está até a próxima semana atendendo pacientes em Três Pontas

Unidade que atenderia moradores de Santana da Vargem não irá mais

Denis Pereira – A Voz da Notícia

A Prefeitura de Santana da Vargem terá que custear exames de mamografia para atender a população. Isto porque, o mutirão que seria realizado na próxima semana, entre os dias 24 e 28 de março pelo Governo do Estado, com uma Unidade Móvel de Mamografia foi cancelado.

A secretária de Saúde Jorgelane Talma Caires havia anunciado a abertura do cadastramento. Todos os procedimentos que seriam necessários para que a cidade recebesse a carreta já haviam sido tomadas, inclusive as mulheres entre 40 e 69 anos, (idade indicada a fazer o exame essencial na detecção precoce do câncer de mama, o de maior incidência e mortalidade entre as mulheres mineiras), que seriam atendidas já estavam procurando a Secretaria Municipal de Saúde para garantir as vagas.

Seriam 50 pessoas atendidas diariamente e um total de 250. “Lamentavelmente recebemos apenas um comunicado, retirando Santana da Vargem da rota da carreta, sem qualquer justificativa”, afirmou Jorgelane. Ela pediu desculpas já que as pessoas já estavam mobilizadas e crentes que seriam atendidas na próxima semana, sem sair da cidade.

Para substituir os exames que seriam feitos, as mulheres serão levadas para um consultório particular onde passarão pelo procedimento. Tudo será custeado pela Prefeitura com recursos da própria Secretaria de Saúde.

O prefeito Vitor Elói, não pouco críticas ao Governo do Estado, por não ter honrado o compromisso que fez. Ele lembra que a Gerência Regional de Saúde (GRS), enviou à cidade representantes que fizeram medições na Praça Padre João Neiva junto com a equipe de engenheiros do Município. As pessoas foram chamadas e a notícia gerou uma grande expectativa nas mulheres, que agora estão decepcionadas. “Achei vergonhosa e absurda esta atitude do Governo de Minas que mais uma vez não cumpriu com sua palavra”, diz o prefeito. “Assumiram um compromisso e nós [Prefeitura] vamos arcar”, anunciou o Chefe do Executivo que vai custear com recursos próprios os exames. Os pacientes serão levados para uma clínica particular de Varginha. Ele aproveitou para divulgar que no fim do ano, a Prefeitura não recebeu medicamentos que são distribuídos pela Farmácia de Minas.

A carreta do Ver Minas, programa também do Governo do Estado, que faz cirurgias oftalmológicas que foi anunciada para Três Pontas e iria atender os pacientes de Santana da Vargem foi transferida para Campos Gerais. A prefeitura vai enviar normalmente os pacientes que estão inscritos. Eles terão todas as despesas pagas.

COMPARTILHAR

Comentários