Como já previsto, a investigação aberta pelo Ministério Público, para apurar um suposto desvio de dinheiro público na Secretaria Municipal de Transportes e Obras, repercutiu na sessão ordinária da Câmara desta segunda-feira (14). Vereadores do bloco de oposição parabenizaram o colega Roberto Donizetti Cardoso (Progressista) pela coragem em apresentar a denúncia.

O primeiro a abordar o assunto, que está sendo bastante comentado nas redes sociais, foi Sérgio Eugênio Silva (PPS). Para ele, a missão é árdua, embora não seja reconhecida por muitos. Sérgio disse que fez várias denúncias ao MP, mas parabeniza a forma como esta foi feita. “A gente se assusta e fica muito triste com os comentários que estão surgindo. Ouvi que compraram peças para carros que estão parados. Onde há fumaça a fogo”, ressaltou. Na visão dele, é preciso formar uma Comissão e tomar mais uma atitude mais drástica. Sérgio diz que confia na idoneidade do Prefeito, porém, ele pode ser responsabilizado por atos praticados por sua equipe.

O vereador Geraldo Prado “Coelho” (PSD) diz que denuncias foram feitas para ser apuradas e se há documentos que comprovam algo ilícito é preciso punir os culpados, que devem ir para a cadeia. Apesar de ser do bloco da situação, desde o início do mandato, Coelho é um dos mais críticos à Secretaria de Obras, por isto, alertou o prefeito Dr. Luiz Roberto Laurindo Dias. Apesar de não ter comprovado nada, o parlamentar informou que funcionários honestos que trabalham lá a anos, estão sofrendo com a denúncia. Coelho acha que o secretário de Obras José Gileno Marinho deveria ser exonerado do cargo e não transferido. “Desde a campanha ninguém o queria. Tem gente que o povo não queria na Câmara e foram colocados na Administração, no cargo de secretário e isto é um erro do prefeito”, desabafou. Ele acrescenta que falta mais a presença do prefeito no Almoxarifado.

Já Érik dos Reis Roberto (PSDB) revelou que não sabia da denúncia feita pelo colega e que se talvez tivesse comentado, não haveria tanta a repercussão. Ele deixou algumas perguntas no ar. Porque o secretário não foi exonerado ou afastado? Será porque ele sabe muito? Desde janeiro, Érik e Robertinho solicitam documentos junto ao Poder Executivo desde fevereiro do ano passado, mas, não foram atendidos. “Talvez o desfecho fosse outro, mas como se sentem tão poderosos, vão arcar com as consequências”, conclui o vereador tucano.

O denunciante Roberto Cardoso que não queria falar ainda sobre o assunto e pensava em aguardar a decisão, mas diante do posicionamento que tomou o prefeito Luiz Roberto, ele mudou de ideia e na Tribuna da Câmara falou dos desafios que está enfrentando.

No pronunciamento, justificou que a denúncia não é do Ministério Público, foi feita por ele e acatada pelo órgão. Não é uma decisão fácil de ser tomada, é preciso pensar e repensar. “Se fosse outro poderia ganhar um bom dinheiro e não fazer nada, mas eu não sou assim”, declarou. Ele confirmou que ninguém sabia da denúncia e nunca comentou com ninguém. Achou que seria um problema, mas descobriu que é maior do que pensava. Em seguida, Robertinho explanou que representa os humildes, as pessoas que precisam parcelar seu IPTU para conseguir pagar, que precisam marcar um exame na Secretaria de Saúde e não conseguem, que vão buscar medicamentos na ‘Farmacinha’ e voltam para casa sem eles. Enquanto outros esbanjam dinheiro de forma irresponsável. Contrariando o que o prefeito teria dito, o vereador diz que o povo de Três Pontas não está rindo e sim chorando, por ver o nome da cidade mais uma vez na mídia de forma pejorativa.

Outros assuntos

O vereador secretário da Mesa Diretora Maycon Machado (PDT) parabenizou todas as mães pelo seu dia em especial aquelas que fazem parte da sua vida. Outras felicitações foi para a Secretaria Municipal de Cultura, Lazer e Turismo pelo evento realizado neste domingo (13), na Praça do Pirulito. Ele não participou por estar trabalhando de voluntário na Quermessa da Apae.

Maycon diz ter muito carinho à Pastoral social Arte de Cotiana. Ele comunicou naquele momento que havia um encontro preparado em homenagem às mães. Por estar na Câmara não poderia prestigiar, mas deixou o abraço a toda a equipe. Na semana passada, o secretário da Mesa visitou a Apae e ficou feliz com a estrutura que atende a população e a dedicação de toda a equipe comandada pela diretora Rozilda Gama Reis.

Por fim, concluiu agradecendo ao comandante da PM de Três Pontas Capitão Bruno Neves e a Cabo Michele que estiveram na semana passada ministrando palestra no Parlamento Jovem (PJ), falando aos alunos sobre os casos de violência contra a mulher no Município.

Um único projeto votado

Como havia uma sessão solene em homenagem ao Dia das Mães em seguida, o Grande Expediente foi suprimido e a pauta estava bastante reduzida. Apenas dois projetos de leis, mas apenas um deles foi aprovado. Ele dá nome oficialmente a uma Rua do Bairro Residencial Santa Tereza, de “Rua Rozália Cândida de Jesus Carneiro” que tem início na Avenida das Palmeiras e final em área não loteada. O projeto é de autoria de Maycon Machado.

Já o projeto do Poder Executivo foi reitrado por causa de uma emenda apresentada no Plenário pela vereadora Marlene Rosa Lima Oliveira (PDT). Se trata de uma abertura de crédito especial no Orçamento do SAAE para amortizar dívida contraída junto ao BDMG, no valor de R$171.715,30. O próprio presidente vereador Luis Carlos da Silva (PPS) retirou o ítem da pauta e a votação na semana que vem, o que revoltou o vereador Antônio Carlos de Lima (PSD), que reclamou com o Chefe do Legislativo querendo que o Plenário fosse ouvido, mas como outras vezes, Luisinho seguiu a mesma linha e o protesto de Antônio foi em vão.

Homenagem ao Dia das Mães

Como faz tradicionalmente em todas as datas comemorativas, o Poder Legislativo Trespontano realizou na noite desta segunda-feira, as 19 horas, sessão solene em homenagem ao Dia das Mães. A honraria foi entregue a 15 mães, indicadas pelos vereadores e as demais escolhidas por clubes de serviços da comunidade trespontana.

O Plenário ficou lotado. Familiares prestigiaram a cerimônia que contou com a participação do Coral “Cantando com Maria”, regido pela maestro Elias Brito Pereira, que apresentou canções como “Yolanda” de Chico Buarque. Elas foram agraciadas com o diploma e um buque de rosas, após a leitura da biografia de cada uma. A única vereadora a compor o Poder Legislativo nesta legislatura também recebeu um buquê e a Mesa Diretora entregou as componentes do Coral “Cantando com Maria”, Fátima, Reginare, Leninha, Lika, Nilda e Selma, botões de rosas. As servidores Nídia, Léia e Cleomara que são mães, também foram presenteadas.

Veja a lista das homenageadas

Doroteia Maria da Silva Santos
Evânia Maria Rocha Moreno
Jandira Rosa de Jesus
Maria Aparecida Pereira Silva
Maria Bárbara Luciana
Maria das Graças Silva Abreu
Maria Isabel Ferreira Correia
Maria de Nazaré Frazão de Souza
Maria Virgínia Leandro Ramos
Rita Flausina de Paula Salgado
Rozilane Soares Martins

Outras indicadas
Mesa Diretora da Câmara – Alexandrinha de Abreu Pereira (Dona Fiica)
Rotary Clube – Benedita de Souza Fernandes
Centro de Convivência do Idoso – Fabiana Batista de Assis
Clube da 3ª idade “Conviver e Crescer” – Thereza Clara Diniz

COMPARTILHAR

Comentários