Uma mulher de 54 anos estava dormindo no quintal da casa onde ela mora no bairro Vila Marilena em Três Pontas. A situação degradante chamou a atenção de vizinhos que procuraram ajuda, mas, não foram atendidos.

Aparecida Zilá  mora sozinha na Rua Tapuias e de uns dias prá cá, ela estava permanecia apenas deitada nua do lado de fora da residência, junto a lixo, talheres, eletrodomésticos, roupas que foram espalhadas e muitos cães. Ninguém sabe se ela tem problemas mentais ou psicológicos e se há parentes que moram na cidade. Os moradores comentam que ela faz uso de bebida alcoólica, mas sempre trabalha e cuida bem de casa. Desde sábado ela não faz mais nada. Pessoas que a conhecem procuraram ajuda, no PSF do bairro, na Vigilância Sanitária e na Secretaria de Assistência. Em todos estes lugares eles não foram atendidos.

Considerando um descaso com o ser humano, a única solução foi chamar a Polícia Militar na manhã desta quinta-feira (16). Eles foram os únicos a comparecerem no local. Os militares acionaram a ambulância que levou a Aparecida para o Pronto Atendimento Municipal (PAM).

O caso foi levado ao conhecimento do prefeito Paulo Luis Rabello, que desconhecia a situação e condenou a falta de assistência por parte da prefeitura. O prefeito pegou o endereço e disse que vai tomar providências para ajudar a mulher. Segundo o prefeito, todas as vezes que alguém procurar um setor da Administração e não for atendido, é preciso denunciar na Ouvidoria Municipal, levando o nome da pessoa que atendeu, ou ir ao gabinete que ele mesmo se encarrega de resolver o caso.

mulher 2

 

 

COMPARTILHAR

Comentários