Morreu na manhã deste sábado (01), o aposentado de 82 anos que procurou atendimento médico no Pronto Atendimento Municipal de Três Pontas (PAM), armado com um revólver e acabou preso.

José Menevídeo de Souza chegou alegando que havia ingerido muita bebida alcoólica e que caiu provocando ferimentos no rosto. Quando ele entrou no consultório, o médico percebeu que ele estava com uma arma na cintura. Assustados, os funcionários chamaram a Polícia Militar que prendeu o senhor, com um revólver calibre 32 carregado com 7 munições. O caso foi na noite de sábado, dia 18 de julho.

Ele foi preso em flagrante e levado para a Delegacia de Polícia Civil de Varginha. Em seguida foi transferido para o Presídio de Três Pontas. Já no outro dia, seu José começou a passar mal, foi medicado pela equipe de enfermagem do Presídio e encaminhado para o PAM. O aposentado voltou para a prisão, mas voltou a ter mal estar quando foi novamente levado para o Pronto Socorro, passou por alguns exames, seu estado de saúde piorou e foi então internado em estado grave no Hospital São Francisco de Assis. Os agentes da SUAPI fizeram a guarda do preso na Santa Casa, até que ele recebeu o alvará de soltura da Justiça. Ele foi transferido para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI), foi entubado mas não resistiu e morreu por falência múltipla de órgãos. 

Foto Arquivo: Viaturas da SUAPI enquanto os agentes faziam a escolta
Foto Arquivo: Viaturas da SUAPI enquanto os agentes faziam a escolta
unnamed (1)
Arma e munições apreendidas com o aposentado
COMPARTILHAR

Comentários