Uma confusão em uma boate, no Centro de Três Pontas, na madrugada deste sábado (25), terminou com um segurança baleado.

De acordo com a Polícia Militar, Lucas Cordeiro Barbosa de 29 anos e Rafael Junio da Silva Porto de 20, começaram a arrumar confusão com funcionários e seguranças. Ele foi retirado do estabelecimento e ficou revoltado. Passou a ameaçar o proprietário dizendo que iria matá-lo.

A dupla saiu e pouco tempo depois retornou. Lucas sacou um revólver e apontou em direção aos seguranças que estavam na portaria. Ele conseguiu entrar e já lá dentro, mirou a arma na cabeça de outro segurança. Ambos entraram em luta corporal e Lucas disparou pela primeira vez e atingiu o teto. O segundo disparo atingiu o segurança na barriga. O projétil transfixou o corpo e saiu nas costas.

Ele tentou efetuar mais um disparo, mas foi contido por outro segurança, que acabou sofrendo ferimento em um dos dedos da mão. Indignados com a situação, clientes que estavam na boate, começaram a agredir o rapaz.

A Polícia Militar foi chamada e prendeu Lucas Cordeiro e Rafael Junio e encaminhados à Delegacia de Polícia Civil de Varginha, onde foi ratificado o flagrante de Lucas Cordeiro. Ele foi levado para o Presídio de Três Pontas. Rafael foi ouvido e liberado. Ambos são de Patos de Minas (MG). O veículo que eles estavam e a arma utilizada, um revólver calibre 38, com cinco munições foram apreendidos. A perícia da Polícia Civil foi chamada. Os dois seguranças feridos foram levados para o Pronto Atendimento Municipal (PAM) e já foram liberados.

COMPARTILHAR

Comentários