*Na Avenida a festa vai terminar as 2:00 da manhã e no Pontalete o Carnaval será de 14:00 as 19:00 horas

A determinação dada pelo prefeito Dr. Luiz Roberto Laurindo Dias (PSD), é economizar para manter o município de Três Pontas em dia, com a folha de pagamento dos servidores públicos em dia e o fornecimento de medicamentos na Farmácia Municipal. A notícia divulgada pelo secretário de Cultura, Lazer e Turismo Deivis Victor dos Santos “Deivinho” é que o Carnaval de 2018, será simples e modesto diante da crise econômica que está afetando todo o Brasil e o Estado de Minas Gerais atrasando repasses às cidades que estão tendo que se virar para dar conta de administrar. “Dentro do Orçamento que a Prefeitura me disponibilizou estamos tentando fazer uma programação bastante dinâmica”, descreveu. O valor a ser gasto deve girar em torno de R$84 mil, podendo variar um pouco para mais ou para menos.

A proposta que Deivinho fez foi de começar a trabalhar a festa de 2019, já a partir de março com a instituição da Liga Independente dos Blocos Caricatos, que já tem estatuto aprovado, ata assinada e a eleição da diretoria agendada para o dia 22 de fevereiro. O órgão vai facilitar a relação entre Prefeitura e os blocos.

NA AVENIDA DO SAMBA

Mesmo com o corte de verbas, a Prefeitura está preparando a Festa de Momo para começar e terminar mais cedo. As atrações começam as 16 horas, com uma novidade no Sambódromo Jaime Abreu que é o desfile de um bloco reservado exclusivamente às crianças. Os outros 11 e a Escola de Samba “Ai Se Eu Te Pego” irão passar pela Avenida a partir das 21:00 horas conforme programação que será divulgada. Cada um deles receberá ajuda financeira no valor de R$500. Segundo o secretário, todos entenderam a necessidade da redução do valor repassado e assinaram atas nas duas reuniões realizadas.

Os shows após os desfiles estão mantidos, mas as atrações tocarão em um palco, do estilo que foi utilizado na festa de Natal na Praça Cônego Victor e Reveillon na Avenida Oswaldo Cruz e não em trio elétrico. Não consta na programação, a tradicional Banda de Marchinhas que integrava a programação da festa a vários anos. Como ainda não foi feito o processo licitatório, não se sabe ainda se haverá uma ou mais bandas e isto vai depender do valor. É que a licitação de banda, banheiros químicos, segurança e toda estrutura que o evento demanda ainda será realizada.

No sábado (10), a abertura será com as crianças as 16:00 e depois as 19:00, Rei Momo e Rainha do Carnaval recebem a chave oficialmente do Município, do prefeito Dr. Luiz Roberto, em companhia do Bloco Barrigudos. Todas as noites a festa vai terminar as 2:00 horas da manhã, inclusive o funcionamento das barracas, que de sábado a terça-feira não poderão fornecer qualquer bebida em garrafas ou recipientes de vidro.

Atendendo a reivindicação da Polícia Militar e para garantir tranquilidade às famílias, a Avenida será fechada como nos anteriores, com dois pontos de revista, porém, não mais com tela e sim com gradil, permitindo mais facilidade em caso de emergência.

NO DISTRITO DO PONTALETE

Sem a abundância da água do Lago de Furnas, o Carnaval no Distrito do Pontalete sofre alterações, adianta o secretário de Cultura. Não haverá apresentação dos dois blocos que desfilam na comunidade, que não manifestaram interesse, mas uma estrutura para o folião aproveitar, se divertir e descansar está garantida. Ao invés de shows, um DJ será contratado para tocar no local. Mas a moçada que optar pelo Pontalete, deve ficar atento ao horário que será de 14:00 as 19:00 horas, portanto começando e terminando mais cedo do que o tradicional, conforme acordado com a Polícia Militar. Um Decreto deve ser confeccionado proibindo o som alto no local, atendendo aos pedidos dos moradores. A mudança vai permitir a quem quiser, participar do Carnaval no Pontalete e na cidade, por causa dos horários diversificados.

COMPARTILHAR

Comentários