Os caixas eletrônicos da agência da Caixa Econômica Federal ficaram destruídos na madrugada desta quarta-feira (25), depois da ação de bandidos fortemente armados que agiram em Três Pontas.

Utilizando pelo menos quatro veículos, três deles identificados, sendo um Fusion branco, uma Hillux e um carro preto, cerca de 10 criminosos se espalharam pela Praça Cônego Victor, atiraram diversas vezes utilizando armas de grosso calibre e fizeram pelo menos duas explosões.

Seis dos sete caixas eletrônicos ficaram totalmente destruídos. Todo o dinheiro deles foi levado, mas segundo a gerência não se sabe ainda quanto foi levado.  Diferentes de outras explosões a caixas eletrônicos, o dinheiro não ficou espalhado pelo chão, demonstrando que a operação foi bem executada.

O rastro de destruição ficou bastante visível até do lado de fora, com muitos estilhaços de vidros, envelopes utilizados para depósito e folder’s de publicidade que ficam a disposição dos clientes, espalhados pelo chão. Junto deles moradores encontraram cápsulas de munições das armas de escopeta calibre 12, fuzil e submetralhadora nove milímetros. Um pé de cabra utilizado pelos bandidos também foi deixado para trás.

Um rapaz que mora ao lado de um hotel que fica na Praça, saiu na janela para ver o que estava acontecendo. Um dos assaltantes viu e efetuou um disparo em sua direção, mas acertou a parede.

A agência foi isolada e a Perícia da Polícia Civil já esteve no local.

A suspeita é que os criminosos tenham se dividido. Alguns pegaram a Avenida Ipiranga e outros pela Peret e Jardim de Greenville, mas todos em direção a MG 167, à Santana da Vargem, mas depois eles entraram em alguma estrada vicinal.

Em um vídeo que está circulando pela internet, é possível ouvir a quantidade de tiros disparados pelos bandidos. Além de quem reside no centro, moradores de vários bairros ouviram uma sequencia de tiros que parecia não ter fim.

Assim que a notícia correu pelas redes sociais, muitas pessoas foram até a porta do banco conferir os estragos.

A Polícia Militar de todas as cidades circunvizinhas foi acionada para realizar as buscas. Militares que estavam de folga e equipes de Varginha também foram chamados, mas até a publicação desta reportagem ninguém havia sido preso. Ninguém se feriu.

COMPARTILHAR

Comentários