Na manhã desta quinta-feira (22), os vendedores ambulantes vindos de várias partes do Brasil começaram a chegar em Três Pontas para a tradicional Feira de Padre Victor. Eles já eram vistos pela cidade, principalmente no Centro e a Avenida Oswaldo Cruz, já começava a se transformar com a grande movimentação de homens e mulheres.

Começo da tarde e os ambulantes já estavam ansiosos para montar suas estruturas e claro começar a vender e faturar. Eles aproveitavam para descansar horas antes de atuarem. Esticaram redes em árvores, repousaram em colchões colocados na calçada ou sobre a cobertura do córrego da Avenida e já preparando as mercadorias que são grande atrativos.

Pela programação isto era possível apenas na manhã desta sexta-feira (22), mas foi impossível impedir que isto acontecesse apenas no horário previsto. A noite, várias barracas próximo do cruzamento das Avenidas Oswaldo Cruz e Ipiranga já estavam montadas. Apesar da interdição do trânsito estar marcada apenas para as 6 horas da manhã, veículos de grande porte como caminhão já não conseguia atravessar o trecho.

A tarde a Equipe Positiva conheceu Ademir Ferreira da Silva de 35 anos (foto) que veio da cidade de Pontal no Paraná. O ambulante percorre pelo menos 30 festas o Brasil inteiro, o ano todo vendendo roupas. “É moda para todos os gostos”, anuncia. Junto com outros amigos que aguardavam a liberação para começar a trabalhar, ele revelou que pagou caro: R$2,6 mil por um espaço 6×3 metros quadrados e por isto precisa vender.

A interdição da Avenida Oswaldo Cruz é da Travessa d’Aparecida até a Rua Antônio Tércio Rabelo Campos, esquina da 151ª Companhia de Polícia Militar. É somente neste trecho que são permitidas a instalação das barracas.

O local deverá ser liberado somente na segunda-feira (25), as 13:00 horas.

Veja Nossa Reportagem

COMPARTILHAR

Comentários