Com o slogan “Você merece um café de verdade” Cocatrel posiciona-se em relação aos cafés tradicionais e extra fortes que utilizam robusta em suas misturas. Desenvolvido para ser o café de entrada da Cocatrel, o Mokinha apresenta-se com diferenciais importantes para atuar na categoria de cafés tradicionais. Como diz a mensagem divulgada, o Mokinha não tem robusta, não tem conilon. É um 100% arábica puro.

Mais uma vez, a Cocatrel mostra seu compromisso com a qualidade e oferece aos consumidores mais do que é exigido pelo selo da Abic, que classifica como tradicional aqueles cafés com notas acima de 4,5 na escala sensorial do Programa de Qualidade da entidade.

Cerca de oitenta por cento do mercado brasileiro de torrado e moído é composto por consumidores dos chamados cafés tradicionais e extra fortes. Geralmente, as marcas dessa categoria torram cafés oriundos de misturas compostas por cafés arábicas de qualidade inferior com cafés da espécie robusta/conilon, considerados inferiores aos da espécie arábica. E geralmente são torrados de forma mais acentuada (torra escura), com o intuito de encobrir e/ou disfarçar defeitos.

O Mokinha muda essa realidade e oferece aos consumidores a experiência de degustar um café 100% arábica de qualidade. Com a promoção, que pode ser encontrada nos supermercados da região, a Cocatrel convida os consumidores a experimentar e perceber a diferença. Também valoriza os produtores da região ao não utilizar em sua matéria prima cafés da espécie robusta/conilon, considerado inferior aos arábicas cultivados no Sul de Minas.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here