Ocorrências corriqueiras são registradas neste período de grande movimento em Três Pontas, durante as comemorações do Aniversário de Morte do Beato Padre Victor. A principal delas é o furto de objetos pessoais, como bolsas, carteiras e aparelhos celulares.

Mais este ano, duas ocorrências no Parque Multi Uso da Mina, onde foi realizada a Feira de Padre Victor, chamaram a atenção da polícia no feriado de 23 de setembro.

Um rapaz comprou dois pendrives por R$20 em uma das barracas e quando saiu do parque, constatou que havia caído em um golpe, pois eram apenas adaptadores de cartão de memória e sem nenhum chip. A vítima foi até a Base de Segurança Comunitária (BSC) e os PM’s deslocaram até a barraca. Lá, o vendedor ambulante de São Paulo (SP) não informou a procedência dos pendrives. Os 154 equipamentos que eram vendidos e R$690 em dinheiro que estavam com ele foram apreendidos.

Em outra ocorrência, a vítima relatou a mesma situação. Só que este comprou cinco pendrives, pagando R$15 em cada um, na confiança de haveria 700 músicas em cada um. Porém, ao verificar o equipamento descobriu que era apenas uma embalagem plástica, vazia e sem nenhum chip.

Ao chegar na barraca, o vendedor ambulante não informou a procedência do material. Os policiais verificaram os outros que estavam sendo comercializados e encontraram 22 pendrives sem chip, 42 com chip mas que funcionam apenas como adaptadores e 9 cartões de memória que não funcionam.

O vendedor que também é de São Paulo (SP), recebeu voz de prisão e ao ser revistado, os PM’s encontraram em um dos bolsos da bermuda que ele vestia uma bucha de maconha. Foi apreendido também a quantia de R$210 em dinheiro.

Os dois vendedores ambulantes foram presos e por orientação da Delegacia de Polícia de plantão de Varginha, após o registro das ocorrências, ambos foram liberados com o compromisso de comparecerem posteriormente na Delegacia de Polícia Civil de Varginha.

Nas duas ocorrências registradas como estelionato, os pendrives eram comercializados como se fossem de 32 gigas e com músicas de cantores famosos.

Furtos durante a Festa do Padre Victor

No sábado dia 21, um rapaz de 53 anos, que é de Três Pontas estava na feira e no meio de muita gente teve sua carteira furtada, onde havia R$1.380 em dinheiro, folhas de cheque, cartão de crédito e diversos documentos. No domingo, na véspera da festa, na Avenida Senador Josino de Brito, um aposentado de 66 anos de Lavras, teve a carteira furtada de dentro de sua bolsa e dentro dela havia documentos e R$250 em dinheiro.

Já no dia de Padre Victor, um romeiro de 32 anos de Amparo (SP) teve o celular furtado do bolso de sua calça. O outro furto foi de um rapaz de 47 anos de Varginha que foi surpreendido por alguém que furtou do seu bolso um aparelho celular.

Uma senhora de 57 anos de Varginha, estava fazendo um lanche em uma padaria na Praça Cônego Victor. Quando foi pagar a conta, descobriu que sua carteira havia sido furtada. Logo em seguida, ela recebeu três mensagem em seu telefone, de sua agência bancária de que haviam feito compras em seu cartão de crédito. Elas informavam que haviam feito duas compras em uma loja nos valores de R$1.955,55 e R$996,66 e ainda um saque no valor de R$500.

A senhora fez o cancelamento dos cartões, acionou a Polícia Militar. Posteriormente, a bolsa dela foi encontrada jogada as margens da MG 167, entre Três Pontas e Varginha e entregou para a PM.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here