(FOTO:André Durão/GloboEsporte.com)

A 4ª rodada do Campeonato Brasileiro foi encerrada na noite dessa quinta-feira (20). Alguns times tiveram suas primeiras vitórias nessa rodada que se encerrou, outros fizeram suas melhores atuações até aqui, caso do Botafogo. A liderança está com o Gigante da Colina, Vasco. Já Flamengo e Atlético, tidos como favoritos ao título, não venceram na rodada. Nesse encontro com uma média considerável de gols, a rodada foi melhor do que as anteriores, mas a qualidade do futebol ainda está em baixa.

Resultados da 4ª rodada

Quarta (19)

FLAMENGO 1 X 1 GRÊMIO

BRAGANTINO 2 X 1 FLUMINENSE

ATHLETICO-PR 0 X 1 PALMEIRAS

GOIÁS 1 X 3 FORTALEZA

INTERNACIONAL 3 X 0 ATLÉTICO-GO

CORINTHIANS 3 X 1 CORITIBA

BOTAFOGO 2 X 1 ATLÉTICO-MG

Quinta (20)

SPORT 0 X 1 SANTOS

CEARÁ 0 X 3 VASCO DA GAMA

SÃO PAULO 1 X 1 BAHIA

Vasco é líder do Brasileirão

O Vasco visitou o Ceará e triunfou com um 3 a 0 conquistado na segunda etapa. O time de Ramon Menezes foi mais efetivo nos últimos 45 minutos e o seu artilheiro do ano, Germán Cano e o segundo artilheiro no Brasileirão, Fellipe Bastos, deixaram suas marcas, fora o gol de Ribamar.

O Cruzmaltino tem se mostrado competitivo e competente, coletivamente está muito bem ajustado. Um dado que mostra o bom início de trabalho do atual treinador, é o fato do Vasco voltar à liderança do Campeonato Brasileiro, algo que não acontecia desde 2012. O time não é favorito ao título, mas com esse bom início, já mostra um ótimo valor.

Atual campeão cobrado pela campanha histórica de 2019

Jogando no Maracanã, o Flamengo recebeu o Grêmio e mais uma vez não esbanjou uma grande qualidade de futebol. Se atentando ao jogo, o Grêmio criou chances mais claras de gol e assustou através de bola parada com Jean Pyerre, já o Flamengo segue espaçado em alguns momentos e mais, pratica um jogo mais posicional pelos lados do campo, principalmente com Bruno Henrique.

O empate até foi justo, mas a sensação é que o Flamengo ainda não engrenou, isso por um motivo claro, o time é um dos favoritos ao título pela campanha irretocável da temporada passada. Bom, Nada no torneio está decidido, a cobrança pode atrapalhar, assim como pode fazer crescer, no entanto, é apenas um começo de trabalho de treinador estrangeiro, bom pontuar que caso fosse um técnico brasileiro, dificilmente estaria ainda no cargo e o Flamengo provavelmente pensou nisso.

Vitórias de alívio

Bragantino, Palmeiras, Fortaleza e Corinthians conquistaram suas primeiras vitórias no Brasileirão. O time de Bragança Paulista bateu o Fluminense por 2 a 1, o Flu mais uma vez jogou de forma menos ofensiva fora de casa, que até pode ser uma estratégia, mas o time do Fluminense sem a bola sofre muito e o contragolpe não é tão afiado, o Bragantino mereceu o triunfo, inclusive pelo ritmo imposto ao adversário.

O Palmeiras visitou o Furacão e venceu. Embora o gol tenha saído no apagar das luzes, o segundo tempo do alviverde foi bom, pelo menos melhor que o primeiro, o Athletico Paranaense não foi mal, mas foi bem neutralizado em certos setores, teve dificuldade de criar. A estratégia de Luxemburgo deu certo, Vitinho foi bem vigiado pelo sistema defensivo, principalmente com a ajuda de Gabriel Menino. O Palmeiras que é um dos favoritos que não convence, venceu com apuros pelo tempo do gol, mas não tira o mérito do time paulista, que recompensou o empate com o Goiás em casa na 3ª rodada.

Jogando em São Paulo, o Corinthians venceu bem o Coritiba. O time de Tiago Nunes foi muito superior, na criação, na posse de bola, marcação e na proposta de jogo como um todo, o Corinthians foi muito convincente, mas o adversário é um dos grandes candidatos ao rebaixamento, isso não diminui a vitória, mas atenua um pouco uma possível empolgação. O outro vencedor que antes não havia vencido no campeonato, é o Fortaleza. O time dirigido por Ceni não só foi melhor, como mais eficiente, o time em termos de velocidade soube manter o nível, já o Goiás foi valente, mas não foi o suficiente.

Internacional e Botafogo são os destaques da quarta-feira

O Inter venceu com sobras o Atlético Goianiense. O Dragão visitou o Beira-Rio e sofreu um 3 a 0, o Atlético teve dificuldades, isso reflete a vitória tranquilizadora do Colorado. O Inter mesmo sem Guerreiro, por um bom tempo, foi melhor e até teve Edenílson no banco de reservas, o ponto negativo foi a expulsão de William Pottker, que é o substituto imediato do Peruano.

Uma das vitórias mais contundentes de quarta-feira, foi o triunfo do Glorioso. O Botafogo soube estrategicamente vencer o Galo, o time do Atlético criou muito e teve mais posse, contanto que Gatito foi exigido, mas o contragolpe o Fogão foi excepcional, o time teve velocidade de transição ofensiva e intensidade com a bola no campo ofensivo, mesmo com quatro atacantes, o time não ficou vulnerável em termos de espaços defensivos. O Botafogo tem jogadores promissores e de qualidade, além de um perfil mesclado com jogadores experientes e jovens.

Santos melhora em resultados e São Paulo afunda em desempenho

O time da Vila Belmiro venceu sua segunda partida em sequência. Após vencer com autoridade o Athletico Paranaense em São Paulo. O Santos fez mais uma vítima, o Sport em Recife. O Leão não foi mal, mas o Peixe com suas individualidades saiu da Ilha do Retiro com três pontos.

O gol foi anotado pelo atual melhor jogador da equipe, Marinho. O Santos está em reajuste, o time de Cuca ainda não encontrou o melhor equilíbrio, mas terá nos atuais resultados um tempo para trabalhar e melhorar a performance da equipe. Já o time treinado por Daniel Paulista, iniciou bem na primeira rodada, mas depois não teve uma sequência positiva, o time tem alguns potenciais, no entanto, é um dos times que podem brigar contra o rebaixamento.

O rival do Santos, São Paulo, não teve vida fácil diante do Bahia no Morumbi. Com direito a pênalti defendido por Volpi e gol do estreante Luciano na parte final do jogo, o São Paulo demonstrou ter a bola, mas não saber o que fazer com ela. Como o Bahia abriu o placar no primeiro tempo, os últimos 45 minutos foi um festival de coquetel tático, isto é, o time no final do jogo se desesperou e foi para o ataque sem nenhum pudor, se descuidou defensivamente e mesmo assim as principais jogadas saíram dos famosos chuveirinhos na área, o que tornou o time previsível e mais uma vez sem criatividade. O Bahia começa bem em resultados o torneio de pontos corridos, mas seu jogo ainda não convence, embora seja competitivo. Já o São Paulo precisa melhorar e muito para ter o rótulo de competitivo, já que o time ainda não sabe converter posse de bola em chances reais de gol. Ambos não aspiram chances de título, o máximo que podem chegar com esse futebol é pleitear uma vaga na Libertadores.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here