*Café furtado na noite anterior, foi encontrado na casa do receptador, que mantinha pássaros em cativeiro e foi multado em mais de R$30 mil

Um rapaz de 42 anos e um aposentado de 70, foram presos durante a tarde desta sexta-feira (28), por suspeita de furto e receptação de sacas de café de uma propriedade rural, que fica entre Três Pontas e Santana da Vargem.

O dono da fazenda procurou a Polícia Civil e relatou que a cerca de dois anos está monitorando sua produção de café, e durante este tempo, vem percebendo diferença no volume de grãos. Por isto, desconfiou de funcionários da fazenda e instalou algumas câmeras em seu armazém.

Ele percebeu que as câmeras algumas vezes estavam viradas. Nas últimas semanas está acompanhando a rotina de um dos empregados e flagrou ele furtando café dos bag’s e colocando em sacarias e depois em seu veículo. Na noite de quinta-feira (27), o suspeito foi até o local e levou três sacas do grão.

A vítima acionou a Polícia Civil que imediatamente iniciou diversas diligências e o funcionário foi preso em flagrante. Ele confirmou aos policiais que havia praticado o furto e vendido para um aposentado do bairro Azarias Campos.

Diante disso, os investigadores foram até a casa do receptador. O portão estava aberto e as três sacas de café estavam no quintal. O suspeito confirmou a compra e estava com R$1.895,00 em dinheiro. O receptador pagava R$350 por cada saca. O funcionário estava com R$1 mil e havia gasto R$50, abastecendo o seu veículo usado no crime. Ele ainda revelou que vende café furtado para o aposentado a cerca de dois anos, e a esposa do aposentado é que faz a negociação e o valor é bem abaixo do mercado.

O funcionário acrescentou que fez outros furtos, que tiveram a participação de outros três trabalhadores da fazenda. O dono da propriedade estava bastante abalado ao descobrir que de fato estava sendo vítima de seu funcionário, que foi criado na fazenda a mais de 20 anos. Era considerado da família e tinha confiança de todos. Sempre que precisava de um auxilio financeiro, principalmente em casos de problemas de saúde, recebia apoio dos mais variados valores. O prejuízo com os furtos dos cafés, foi calculado em cerca de R$250 mil.

Ao fazer buscas no imóvel, os investigadores da Polícia Civil encontraram em uma parte do quintal, 24 pássaros da fauna silvestre sem registros e também armadilhas. A Polícia Militar do Meio Ambiente foi acionada no local e registrou um boletim de ocorrências. O aposentado foi multado em R$30.493,90, sendo R$28.305,00 por manter os pássaros em cativeiro e mais R$2.188,90 por causa das armadilhas encontradas na casa.

Os dois foram presos e encaminhados à Delegacia de Polícia Civil de Três Pontas. O suspeito do furto foi ouvido e depois encaminhado ao Presídio de Elói Mendes. Já o aposentado que responde por receptador pagou fiança de R$2 mil e foi liberado.

Dinheiro apreendido com os suspeitos

 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here