Na sexta-feira, as comemorações serão encerradas com passeata pelo Centro. Foto: EP/Arquivo

O Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), de Três Pontas, comemora nesta sexta-feira, dia 18 maio, o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, que tem por objetivo, mobilizar as pessoas à prevenção e repressão a este tipo de crime.

Esse dia foi escolhido porque em 18 de maio de 1973, na cidade de Vitória (ES), um crime bárbaro chocou todo o país e ficou conhecido como o “Caso Araceli”. Esse era o nome de uma menina de apenas oito anos de idade, que teve todos os seus direitos humanos violados, foi raptada, estuprada e morta por jovens de classe média alta daquela cidade. O crime, apesar de sua natureza hedionda, até hoje está impune.

A equipe do CREAS em parceria com o Sest Senat, realizou na segunda-feira (13), uma blitz educativa com a entrega de panfletos em vários bairros. Nesta quinta-feira (16), na Praça do Centenário, a partir das 18:00 horas, haverá o primeiro Sarau com exposição de desenhos, muita música e poesia.

O último evento na agenda, é a tradicional caminhada, que acontece todos os anos, saindo as 8:30 da manhã, de frente da Prefeitura até a Avenida Oswaldo Cruz. Crianças e estudantes das escolas, utilizarão cartazes chamando a atenção de populares pelas ruas do Centro. Na Avenida, haverá um aulão de zumba, com o professor Persi. Os jovens que integram o Interact divulgarão o resultado de uma pesquisa realizada com os trespontanos sobre o tema.

COMPARTILHAR