Época de Natal é também para muitos um período de solidariedade e ajuda ao próximo. São muitas as iniciativas que ajudam às famílias, mas uma é pioneira em Três Pontas e ganhou uma enorme dimensão e todos os anos, recebe a atenção dos moradores.

A Associação dos Moradores dos Bairros Santa Edwirges e Santa Margarida, a AMSESAM, repetiu neste domingo (20), o seu Arrastão Natal que está completando 11 anos.

O mutirão de arrecadação de alimentos, tem a cada ano mais e mais parceiros, instituições, clubes de serviços e entidades que também prestam assistência às famílias.

Este ano, a AMSESAM conseguiu reunir a Assistência Vicentina, Rotary, Rotaract, Interact, Clube Desbravadores Guardiões da Serra da Igreja Adventista do 7º Dia e a ONG Anjos de Assis, do Hospital São Francisco de Assis. Voluntários vestiram a camiseta personalizada especialmente para a arrecadação e outros usaram os uniformes tradicionais, como os Guardiões e os Rotarianos.

Nem mesmo o sol forte desanimou os apoiadores, que se dividiram em grupos para fazer o trajeto, que passou por vários bairros – Santa Margarida, Santa Edwirges, Meia Pataca, Residencial Santa Edwirges, Santa Inês, Padre Vitor, Santana, Vila Romana, Centro próximo à Rodoviária, Avenida Ipiranga, Rua Cônego José Maria, Peret, Cidade Jardim, Eucaliptos, Santa Marta, Conjunto Ouro Verde, Botafogo, Jardim Paraíso e Jardim Philadelphia.

O senhor José Antônio do Carmo Rita tem 61 anos de idade, participa como voluntário desde que o arrastão começou a ser feito e, apesar da idade, se sente bem em ajudar o próximo. “Hoje a gente vê que as pessoas nos conhecem, estão sempre prontas a colaborar e sabem do trabalho que é feito, o destino que tem os alimentos”, afirmou o popular José Rita.

A concentração foi no Campo do Vila, de onde eles partiram para a caminhada, com apoio de caminhões que dão apoio e transportam os mantimentos.

Pouco depois do meio dia, os voluntários concluíram a ação na Avenida Oswaldo Cruz, no Sambódromo Jaime Abreu.

Este ano, os alimentos arrecadados serão destinados à Assistência Vicentina e 25% vai ajudar o Hospital São Francisco de Assis. Os Vicentinos que todos os anos recebem os alimentos, já tem famílias cadastradas que receberão cestas básicas que serão montadas com as doações. De acordo com Chico Botrel, que se afastou

Chico Botrel e o atual presidente Edson Silva
Chico Botrel e o atual presidente Edson Silva

recentemente da presidência da AMSESAM, ainda não se tem a quantidade de tudo que foi doado, mas ele disse que superou todas as expectativas, tanto em arrecadação quanto no número de voluntários. Foram cerca de 150 pessoas ajudando.

O atual presidente é Edson Silva Cantarino, que era vice.

04

COMPARTILHAR

Comentários