A partir de hoje, começamos aqui na Equipe Positiva, uma coluna que vai abordar assuntos relacionados à odontopediatria, odontologia estética, próteses dentárias, clareamento dental, cirurgias, ortodontia, tratamento de canal, doenças bucais, além de assuntos decorrentes de dúvidas e sugestões dos leitores, sempre com o objetivo de levar informação e conteúdo de qualidade.

Eu sou Dra. Thaize Cezar Miranda, graduada em odontologia pela Unifenas com aperfeiçoamento em endodontia e implantodontia, com destaque na área de odontopediatria.

Abro espaço para perguntas que podem serem feitas através da página no facebook e whatsapp do consultório. Facebook: www.facebook.com/dra.thaizemiranda

Whatsapp: (35) 9120-7638 – Clínica Bem Viver. Rua Sete de Setembro, 91 – Centro – Três Pontas. Telefone: 3266-1098

Como está seu hálito

Mau halito

O hálito é o cheiro do ar que a pessoa expira pela boca. O hálito indesejável ou repulsivo é chamado de mau hálito ou halitose. O mau hálito não é uma doença, mas sim um sintoma de que algo está errado com seu organismo.

Geralmente, as pessoas não conseguem sentir seu próprio mau hálito. Por isso, é legal ter um amigo em quem você confie ou tenha intimidade para lhe avisar do mau cheiro. O sintoma de boca seca também pode indicar mau hálito.

Há um mito muito comum de que o mau hálito vem do estômago, mas na maioria dos casos isso não é verdade. As causas mais comuns do mau hálito são as de origem bucal (90 a 95% dos casos). Dentre elas, podemos citar a língua saburrosa (saburra lingual) e as doenças da gengiva quando não tratadas. A saburra lingual é uma placa bacteriana esbranquiçada ou amarelada localizada na parte superior da língua, que se forma basicamente quando há uma diminuição da produção de saliva, ou escovação deficiente.

Além disso, o mau hálito pode ser causado pelos seguintes problemas:

 Respiração pela boca;

 Doenças em gengiva;

 Cáries extensas e profundas;

 Diminuição do fluxo salivar;

 Infecções de garganta;

 Quadros de diabetes descompensado;

 Doença dos rins;

 Doenças no fígado;

 Constipação intestinal;

 Dieta severa;

 Depressão;

 Alimentos com forte odor;

 Tabagismo (fumo);

 Ingestão de álcool.

Para prevenir o mau hálito mantenha uma boa saúde bucal e geral. Escove os dentes sempre após as refeições, use o fio dental diariamente, beba muita água ao longo do dia, não fique muito tempo sem se alimentar. Faça uma visita ao dentista a cada seis meses e sempre faça avaliações médicas.

COMPARTILHAR

Comentários