*Três Pontas mantém a tradição de não reeleger prefeito para um segundo mandato consecutivo

O médico Dr. Luiz Roberto Laurindo Dias, do PSD, foi eleito prefeito de Três Pontas neste domingo (02), em uma eleição muito disputada. O candidato da Coligação Muda Três Pontas, obteve 20.584 votos, o que representa 60,96% dos votos válidos e venceu seu principal adversário, Paulo Luis Rabello (PPS) que recebeu 12.434, 35,83% dos votos válidos. A diferença desta vez foi surpreendente, 8.150 votos de frente. O terceiro colocado foi Wanderley Vitoriano (PSOL), que não fez coligação e conquistou apenas 746 eleitores (2,21%).

Ao todo 36.152 eleitores, ou seja 83,28% compareceram as urnas. Os votos válidos somam 33.764 (93,39%). Votos brancos somam 963 (2,66%) e nulos 1.425 (3,94%).

Quando as equipes de campanha dos dois principais candidatos começaram a somar os boletins de urna, Dr. Luiz Roberto já abria ampla vantagem de votos em cima de Paulo Luis. das escolas que estão localizadas em bairros

Correligionários que estavam no Cartório Eleitoral recebiam ligações dos locais de votações quando as urnas foram fechadas as 17:00 horas.

As primeiras urnas chegaram 30 minutos depois e vieram das Escolas Coração de Jesus e João de Abreu Salgado. Militantes e correligionários logo começaram a aglomerar em frente ao Cartório Eleitoral e acompanhar pelo rádio a apuração paralela. Dr. Luiz Roberto chegou carregado por populares pouco antes das 19 horas. Emocionado e chorando, foi recebido aos gritos e ao som do jingle de campanha. O prefeito eleito teve dificuldade até chegar no portão principal acompanhado do vice Marcelo Chaves Garcia, onde foi recebido pelo promotor de Justiça Eleitoral Dr. Artur Forster Giovannini e pelo juiz de Direito Eleitoral Dr. Cristiano Araújo Simões Nunes. As 19 horas, em uma das salas Dr. Artur e Dr. Cristiano anunciaram o resultado da Eleição em Três Pontas e desejaram bom mandato, a partir de 1º de janeiro de 2017.

O médico estava em campanha há quatro anos, desde que perdeu por 216 votos a disputa para Paulo Luis Rabello em 2012. As pesquisas realizadas durante o pleito, segundo aliados, já indicavam uma vitória de Dr. Luiz Roberto.

Dr. Luiz Roberto e Marcelo Chaves no Cartório Eleitoral após o anúncio da vitória da Coligação Muda Três Pontas
Dr. Luiz Roberto e Marcelo Chaves no Cartório Eleitoral após o anúncio da vitória da Coligação Muda Três Pontas

A coordenação de campanha, soube explorar as medidas impopulares tomadas pelo atual prefeito, como a não construção da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE), a nucleação de três escolas da zona rural e o fechamento do Posto de Saúde do bairro Vila Marilena. Eles conseguiram driblar a situação que a ex-prefeita Luciana Ferreira Mendonça deixou a prefeitura, com salários de dezembro e a segunda parcela do 13º sem pagar em 2012. Paulo Luis tentou mostrar que não foi possível fazer mais por ter pegado uma Prefeitura quebrada, mas não conseguiu. Nem mesmo uma gravação feita em 2012, em que Dr. Luiz afirmava que não teria tempo para exercer o cargo de prefeito, usada no último programa de rádio de Paulo Luis foi suficiente.

Com apenas o deputado federal Diego Andrade (PSD-MG) e Fábio Cheren (PSD), Dr. Luiz Roberto pregou mudança em prol da geração de emprego, segurança e principalmente na saúde. Aos 59 anos, e natural do Rio Grande Note) Três Pontas volta a ter um médico no comando do Município, apadrinhado pelos “Andrade” e mantém o tabu de não reeleger prefeito para um segundo mandato consecutivo.

O promotor de justiça Dr. Artur, o vice prefeito eleito Marcelo Chaves, o prefeito eleito Dr. Luiz Roberto e o juiz Dr. Cristiano
O promotor de justiça Dr. Artur, o vice prefeito eleito Marcelo Chaves, o prefeito eleito Dr. Luiz Roberto e o juiz Dr. Cristiano
COMPARTILHAR

Comentários