Uma idosa de 61 anos de idade de Três Pontas perdeu R$ 600 após cair no Golpe do Falso Sequestro, aplicado na manhã desta segunda-feira (09).

A história é sempre a mesma e, apesar de todas orientações que são repassadas pela Polícia, casos como estes sempre são registrados. O golpista ligou para a aposentada, que mora no centro da cidade, por volta das 10:00 da manhã horas. Ele alegou ter sequestrado a filha dela e exigiu o dinheiro para liberá-la. A vítima acreditou no estelionatário, após ouvir a voz de uma mulher que se passou por sua filha no telefone e depositou a quantia solicitada. Após o fato, o suposto sequestrador determinou que a vítima rasgasse o comprovante de depósito, o que foi feito.

Só horas depois é que a idosa percebeu que havia caído em um golpe e procurou a Polícia Militar para contar o que havia acontecido. O fato foi registrado e a aposentada foi orientada quanto a procedimentos que deveria tomar.

Fique atento para não cair em golpes como este com as dicas da Polícia Militar:

•    Caso receba ligações simulando o seqüestro de algum familiar, ou pessoa conhecida, não tome atitudes precipitadas;
•    Peça ajuda a alguém;
•    Entre em contato com a Polícia Militar imediatamente através do telefone 190;
•    Não se desespere, você não está correndo risco;
•    Quando isso acontecer, procure primeiramente contactar a pessoa que foi alvo do suposto sequestro;
•    Não compre  cartões para telefone pré-pago;
•    Evite conversar com o criminoso, finja que o telefone está com problemas, e desligue;
•    Quando eles percebem que não vão conseguir extorquir, eles desistem;
•    Procure ter em casa se possível um identificador de chamadas, facilita muito a identificação, principalmente se for ligações de outros estados;
•    Após esse tipo de ligação, deixe o telefone fora do gancho ou não atenda a ligações de números desconhecidos por algumas horas;
•    Não atenda a pedidos estranhos para qualquer procedimento no celular;
•    Não receba ligações a cobrar, principalmente quando o interlocutor for desconhecido;
•    Procure orientar os familiares idosos, pois são as vítimas preferidas dos criminosos.
•    Em caso de dúvidas ou suspeita de crime, acione a Polícia Militar pelo 190.

COMPARTILHAR

Comentários