Eles sairam nas ruas arrecadando alimentos para família carente, mas, quantidade permitirá ajudar muitas outras 

O 180º Grupo de Escoteiros Boa Vista, de Três Pontas, reativado em outubro do ano passado, segue firme na sua missão de desenvolver os jovens, por meio de um sistema de valores os tornando exemplo de fraternidade, lealdade, altruísmo, responsabilidade, respeito e disciplina.

Já são 80 jovens e 22 chefes que todos os domingos se reúnem na sede, na Vila Boa Vista. Eles estão divididos em quatro ramos – lobinho, escoteiro, sênior e pioneiro. O Grupo já ganhou a confiança dos trespontanos e já há uma fila de espera e uma nova turma deve ser formada para receber os excedentes. De acordo com o diretor presidente João Paulo Resende Baeta, as atividades desenvolvem a consciência social, psicológica e religiosa.

Com frio ou não, eles chegam com uma atividade chamada de “quebra gelo”, uma dinâmica que exige rapidez, velocidade e valoriza o trabalho em equipe. Cada ramo participa na sua modalidade. Isto, depois do hasteamento das bandeiras, todos em posição de respeito, exigência fundamental para o escoteirismo.

As atividades sempre se repetem e com o “alimenta a patrulha”, eles fizeram um fogo improvisado, utilizaram fogareiros, panelas e utensílios e conheceram noções de cozinha. Decorar e fixarem nomes foram demonstrações das palavras cruzadas que quatro patrulhas tiveram formar.

Depois, o chefe de Grupo Escoteiro Roberto Alves Barbosa Júnior, mostrou rapidamente técnicas usadas em primeiros socorros e utilizaram até maletas com kit básico usado no atendimento às vítimas. Aos jovens, ele pediu que eles estudem o “Desafio do Ramo Sênior”, que pode ser encontrado na internet. Eles precisam estar preparados, pois devem usar no dia a dia. Tanto que eles simularam com a ajuda de um chefe, um resgate emergencial, demonstrando várias situações que podem acontecer em qualquer lugar, inclusive dos acampamentos.

Animando as patrulhas, a brincadeira do salto triplo premiou o vencedor com uma caixa de bombom, compartilhada com os amigos após o encerramento das atividades. São eles mesmo que sempre arriam as para concluir as atividades e o encontro dominical.

Durante a semana, os escotistas dos ramos pioneiro, sênior e escoteiro realizaram durante a semana uma campanha de arrecadação de alimentos e agasalhos nas casas de familiares, amigos e em supermercados da Cidade, com o objetivo de ajudarem uma família que passa por dificuldade. Isso acabou desencadeando uma movimentação e mobilização de todo o Grupo. Neste domingo (31), os lobinhos (que tem de 6,5 a 10 anos e meio de idade) também entraram na empreitada, bateram de porta em porta e durante todo o período da manhã conseguiram multiplicar as doações. A arrecadação foi grande e com certeza vai ajudar outras famílias que passam por dificuldades.

COMPARTILHAR

Comentários