Um caso registrado pela Polícia Militar no início da noite deste domingo (17), revoltou uma família inteira que está pedindo justiça.

Um senhor de 58 anos, está sendo acusado de abusar de uma menina de apenas 10 anos de idade, enquanto ela estava na fila de um estabelecimento comercial, no bairro Santa Margarida em Três Pontas.

A menina estava sozinha, tinha ido ao comércio comprar um suco para levar para a escola no dia seguinte. Tudo foi registrado pelas câmeras de segurança que ficam do lado de fora. É que no período da noite, por questões de segurança, o atendimento é feito apenas por uma janela aberta no portão.

Quem conta a história é a avó (foto) da menina que cuida da criança e prefere não ser identificada. As imagens mostram que quando a 01menina chega, o senhor estava sendo atendido. Ele comprou uma cerveja e ao invés de ir embora, se afasta um pouco mas permanece no local. Quando a menina fala o que quer comprar, ele se aproxima, encosta o corpo nela e passa as mãos nas nádegas da criança. Quando percebe que um outro cliente chega, ele abre a lata de cerveja, sai tranquilamente e vai embora bebendo.

A avó conta que a menina tem o costume de ir neste estabelecimento e tinha ido comprar um suco para levar à escola na manhã do dia seguinte. A dona do estabelecimento não contou na hora para a família. Esperou o homem ir embora com medo que os tios da garotinha fizessem alguma coisa e ligou para dar a notícia.

O estabelecimento atende em uma janela por questão de segurança
O estabelecimento atende em uma janela por questão de segurança

Segundo a dona do comércio, foi a menina quem pediu que ela não dissesse nada, com medo da reação dos tios. Ela também contou que encontrou a menina com lágrimas nos olhos e trêmula. Quando perguntou o que havia acontecido, contou que o senhor que estava a sua frente, encostou nela, passou a mão nas suas nádegas e lhe apertou contra o portão. Ao verificar as imagens, era tudo verdade.

Quando chegou em casa não contou nada aos familiares. Mas a avó percebeu que ela estava espantada. Foi quando a comerciante que atendeu sua neta, ligou e pediu que um tio fosse até lá e soube do acontecido. A noite inteira a garotinha não dormiu e apesar de ser muito estudiosa, não conseguiu ir à escola nesta segunda-feira (18). O medo da família é que ela fique traumatizada, pois não quer mais sair para a rua. Eles não conhecem o suspeito, mas estão revoltados e pedem justiça.

O senhor que segundo populares é aposentado, foi preso pela Polícia Militar em casa, logo em seguida. Foi conduzido ao Quartel onde foi registrado o boletim de ocorrências. Por orientação do delegado Edy Alves que estava de plantão em Varginha, o suspeito foi liberado e vai responder o crime em liberdade. Ele está sendo acusado de importunação ofensiva ao pudor.

O suspeito é um cliente assíduo do estabelecimento, que compra todos os dias litrinhos de cerveja, mas sempre faz gestos obscenos que a dona e outros clientes já perceberam. Ele costuma levantar a camisa, fica massageando a barriga, colocando a mão por dentro da calça e mexendo nos órgãos genitais. Quando chamam a atenção dele, o senhor nunca responde nada e dá risadas de deboche. A comerciante também espera que ele seja punido, antes que algo mais grave aconteça.

COMPARTILHAR

Comentários