Outras vezes, o adolescente era ouvido e liberado, mas desta vez ele foi levado para o Presídio onde está apreendido

Ele vai ficar inicialmente em cela separada por 45 dias 

O menor de 16 anos que na segunda-feira (13), junto com um jovem de 25, atiraram uma bucha de maconha e um aparelho celular para dentro do Presídio de Três Pontas, está apreendido. Ele levado para a Delegacia de Policia Civil, depois de ser visto por testemunhas atirando de uma casa abandonada na Travessa Antônio Prósperi, que dá nos fundos do Presídio, a droga e um celular com chip, no pátio onde os detentos estavam no ‘banho de sol’.

Os agentes encontraram o material e o diretor do presídio Washington Fonseca saiu na captura da dupla. Eles estavam de bicicleta e subiam tranquilamente a Avenida Ipiranga. Próximo ao ‘trevo da Fiat’ eles foram abordados e a Polícia Militar foi chamada.

Yan Miler da Silva Moreira, que mora no bairro Santana já cumpriu pena por tráfico de drogas e ficou preso seis meses em regime fechado, foi beneficiado e estava cumprindo prisão domiciliar. O menor também já é conhecido e tem uma ficha extensa, porém sempre era ouvido e liberado. Desta vez, a justiça expediu um mandado de apreensão e ele vai ficar inicialmente 45 dias em cela separada sem contato com os outros presos no Presídio. O maior está preso.

COMPARTILHAR

Comentários