EFEITO CASCATA – O prefeito revela com exclusividade detalhes do que pretendia fazer e fez duras críticas aos vereadores que divulgaram dados mentirosos

CLIQUE ABAIXO PARA OUVIR

O prefeito de Três Pontas Paulo Luis Rabello (PPS), convocou uma reunião urgente com o secretariado logo pela manhã desta terça-feira (12). Em seguida, recebeu no seu gabinete a Equipe Positiva para uma entrevista exclusiva. O motivo é as consequências do projeto de lei rejeitado pela Câmara Municipal, em que cortava o reajuste anual dos servidores, mas em compensação criava um auxilio alimentação de R$80 para quem ganha até R$1.100.

A intenção, se fosse aprovado, era dar o auxilio e depois um reajuste menor, possível ao caixa da prefeitura, que mesmo depois de várias medidas adotadas, como corte de horas extras, junção de secretarias, entre outras, o gasto com pessoal ainda ultrapassa o limite da Lei de Responsabilidade Fiscal. “O problema é que funcionários que ganham menos estão sendo usados, tanto que estão pedindo demissão”, desabafou.

Demissões e cortes de funções gratificadas já estão sendo feitas para possibilitar que o pagamento seja feito no fim do mês. O prefeito lamenta que esteja sendo forçado a fazer os cortes, sacrificando todas as áreas e serviços oferecidos à população e atribui que isto só está acontecendo por culpa dos vereadores. “Não sou eu nem o Érik e sim os vereadores que votaram contrários que estão deixando pessoas desempregadas”, afirmou o gestor.

Sobre os dados divulgados do número de cargos comissionados, Paulo Luis apresentou números e condenou, que vereadores, não saibam fazer contas ou mesmo entrar no computador para verificar no site  Transparência. Ao vereador Antônio do Lázaro sugeriu que ele faça um curso no Centro Vocacional Tecnológico (CVT). À Paulo Vitor acusou de não ter consertado o que foi feito na administração passada, ao contrário só ajudou a piorar, já que ele foi secretário. Para José Henrique Portugal a resposta é que ele falou bobagens, pois ultrapassar o limite de gasto é que é inconstitucional.

CLIQUE E OUÇA A ENTREVISTA NA ÍNTEGRA: [sc_embed_player fileurl="http://www.equipepositiva.com/audio/pauloluis1102.mp3"]

COMPARTILHAR

Comentários