* E ainda procura por rapaz que furtou agência de turismo usando uma faca

Mais dois crimes registrados nesta segunda-feira (06), chama a atenção da Polícia Militar e causa preocupação à população trespontana. Eles foram em uma agência de viagens e no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Minas Gerais (CREA-MG), ambos no centro de Três Pontas.

De acordo com a proprietária da agência, por volta das 13 horas, o rapaz chegou no estabelecimento localizado na Rua Sete de Setembro, armado com uma faca grande. Bastante inseguro, ele chegou na funcionária, exigiu dinheiro, celulares e os computadores portáteis. A dona que estava em outra mesa, pediu que ela entregasse tudo e bastante assustada foi ajudá-lo. Depois de colocar dois celulares, um notebook e R$50 em dinheiro em uma mochila que ele carregava, o ladrão também guardou junto a faca usada no crime. A empresária reagiu e partiu pra cima do rapaz. A mochila caiu no chão, mas a funcionária assustada temendo que a empresária fosse agredida deu um empurrão no ladrão que saiu correndo pela Rua Minas Gerais. Ele fugiu levando apenas o dinheiro, deixando para trás os aparelhos e a faca usada. A PM já tem o suspeito, mas ainda não foi encontrado.

Assustada com o crime e com a ousadia do rapaz, já que neste local são várias lojas, uma bem ao lado da outra, a empresária faz orçamentos para colocar um sistema de segurança em conjunto com os outros estabelecimentos. Ela pretende colocar pelo menos uma sirene que acionada faz um barulho capaz de identificar que há alguém em perigo.

Mesmo lojas uma ao lado da outra não impediu ação criminosa
Mesmo lojas uma ao lado da outra não impediu ação criminosa na Rua Sete de Setembro

Algumas horas depois, também usando uma faca, dois rapazes agiram na Rua José Luis de Mesquita. Invadiram o escritório do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Minas Gerais (CREA-MG), desta vez um menor de 14 anos e Luis Henrique Pereira de 18 (foto).Luis Henrique

De acordo com o boletim de ocorrências registrado, o maior estava com uma faca de cozinha e rendeu a funcionária. O menor o deu cobertura, orientou a moça a não se mexer e que eles queriam apenas o dinheiro. Assustada, a funcionária indicou que o que tinha estava no armário na parte dos fundos. O jovem foi até lá e pegou uma caixinha onde havia determinada quantia, não sabendo a vítima quanto e fugiram em seguida sentido a Avenida Oswaldo Cruz. A Polícia Militar foi chamada e verificou as imagens de câmeras próximas do CREA e conseguiu identificar os dois.

O rastreamento começou. A faca foi logo encontrada a poucos metros do estabelecimento, em uma pracinha. As buscas continuaram até a noite e foram concluídas com êxito. Um tempo depois, o menor foi encontrado em casa no bairro Padre Vitor. Já Luis Henrique na Rua São Paulo também no mesmo bairro. Ambos confessaram o crime e deram detalhes para os militares de como eles teriam agido. Estava com o menor a maior parte do dinheiro – R$76. Luis Henrique mostrou que a caixinha levada estava escondida em um matagal nos fundos da Faculdade de Três Pontas (Fateps). Lá estava, R$1,20 e o boné que um deles usava na hora do crime. Luis Henrique e o menor já são conhecidos da PM e tem passagens. O menor foi apreendido e o jovem preso em flagrante e conduzidos para a Delegacia de Policia Civil de Varginha, onde foi ratificado o flagrante. O adolescente será encaminhado para uma casa de internação e o jovem vai para o presídio de Três Pontas. 

02

Dinheiro levado no crime registrado no centro da cidade
Dinheiro levado no crime registrado no centro da cidade e a faca usada
COMPARTILHAR

Comentários