A Associação Padre Victor começa a registrar a chegada dos romeiros e devotos do Venerável, por ocasião do seu aniversário de morte que completa na próxima quarta-feira, dia 23, 110 anos.

Desde a segunda-feira (14), os trespontanos lotam a Igreja Matriz Nossa Senhora D’Ajuda nos três horários de novena, as 5:00 da manhã, as 15:00 horas e 19:00 horas. Em todos eles, a Igreja, onde estão os restos mortais de Padre Victor, que será beatificado em novembro, fica cheia.

No primeiro horário de novena deste sábado (19), no 6º dia, chegaram 150 romeiros de Paraguaçu, que vieram a pé, mantendo a tradição que completa em 2015, 10 anos de peregrinação.

Eles foram recebidos com carinho dos fiéis anfitriões que deram lugar para eles se acomodarem nas primeiras fileiras da Igreja. Aqueles que ficaram ainda de pé, foram surpreendidos pelo convite de padre Rogério Augusto da Silva, pároco da Paróquia Cristo Redentor para se assentarem no altar, ocupando as cadeiras dos ministros da comunhão, dos coroinhas e inclusive a dele mesmo. Antes da homilia estavam todos no altar. A cordialidade foi aplaudida pelos participantes da celebração. Também eles deixaram Paraguaçu as 18 horas de sexta-feira e chegaram pouco antes das 5:00 na Praça Cônego Victor.

Padre Rogério no altar enquanto sua cadeira é ocupada por romeiros que chegaram a pé em TP na manhã deste sábado
Padre Rogério no altar enquanto sua cadeira é ocupada por romeiros que chegaram a pé em TP na manhã deste sábado

No fim da missa, um testemunho de que mais uma vez Padre Victor agiu em favor do povo. Por volta de uma hora da manhã, quando estavam no ônibus que deu apoio ao grupo acabou soltando a roda dianteira depois que uma peça quebrou. O servente de pedreiro Vandir Xavier de 50 anos, revelou que o motorista teve que frear para evitar um acidente. Eles acreditam que foi mais um milagre que receberam pois as conseqüências seriam desastre. Nenhuma das 45 pessoas se feriu. A romaria passou pela cidade de Fama e depois pelos Distrito do Quilombo Nossa Senhora do Rosário em Três Pontas e Córrego do Ouro em Campos Gerais.

A expectativa, como acontece todos os anos é que neste domingo (20), o movimento já seja grande.

COMPARTILHAR

Comentários