O gerente da filial TDI Máquinas Agrícolas Adalíndio Eduardo Pontes voltou de Belo Horizonte no fim de semana com o prêmio “Empresa do Ano”, entregue pela Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Estado de Minas Gerais (FEDERAMINAS), na sexta-feira (25). O presidente do grupo Abdias Eduardo Pontes com alguns familiares e o presidente da Associação Comercial e Agro Industrial de Três Pontas Michel Renan Simão Castro também foram à Capital prestigiar a entrega a um importante associado da entidade.

Em entrevista, Adalíndio revela que recebeu uma ligação do presidente informando de uma visita. Quando chegou a empresa, não imaginava que o objetivo seria um convite para a festa de premiação, já que a TDI havia sido eleita destaque em Três Pontas. “Recebemos com orgulho e satisfação, porque temos nestes 9 anos, trabalhado com afinco e dedicação aos nosso clientes, apoiando eventos e contribuindo com o crescimento e desenvolvimento do município, o que deve ter chamado a atenção para conquistarmos o prêmio”, diz.

A empresa está localizada em sua sede própria na região dos Quatis. Tem sua matriz em Araguari e é a única empresa no estado de Minas Gerais a fabricar as colhedoras de café Mini, Auto Motriz, Tracionada e Cerrado. A TDI Máquinas ainda fabrica implementos para a cafeicultura e tem a melhor garantia e assistência técnica do setor. Quando a filial foi aberta em Três Pontas, em um espaço pequeno na Rua João Batista Reis em junho de 2004, eram apenas dois funcionários. Hoje já são 55 colaboradores diretos e a premissa é de apenas contratar e não demitir. Os empregos são ampliados ano a ano, funcionários vão sendo agregados e fazendo parte de uma família. “Temos uma satisfação enorme com a cidade de Três Pontas que nos recebeu de braços abertos. Tudo é feito para retribuir o carinho dos cafeicultores daqui e da região”, acrescentou o empresário.

Para Michel Renan, toda premiação que é paga não tem valor. Esta é uma indicação da ACAI-TP que busca empresas que são destaque não apenas no Município, mas de abrangência, caso da TDI que se tornou sinônimo de sucesso e é preocupada com a sustentabilidade, trazendo uma nova visão de produção das máquinas colhedoras de café que tem uma enorme capacidade na colheita, minimizando custos e trazendo benefícios a uma classe que vive em crise. A escolha é feita por votação entre os associados da ACAI, que indicam os nomes. Depois, automaticamente as empresas vão sendo desabilitadas por não cumprirem quesitos exigidos, até chegar a mais votada. A partir daí a associação vai até a empresa, ou as empresas, já que pode haver empate e informar que estão habilitadas nas melhores empresas do ano. Ainda sobre a homenageada, disse que “a TDI eleva o nome de Três Pontas para todas as regiões cafeeiras do Brasil. Sem falar que o Adalíndio é extremamente competente, simpático e tem todos os predicados para receber a premiação”, afirmou.

Todas as associações filiadas a Federaminas indicam uma empresa que recebe a honraria durante o XVI Congresso das ACE’s (Associações Comerciais e Empresariais de Minas Gerais).

A empresa Lagotela que trabalha na construção civil e na indústria foi escolhida “Empresa Revelação”, quando a TDI recebe como “Empresa do Ano”. A entrega serão feitas no próximo dia 14 de dezembro no Espaço Pedro Buffet com show do cantor Emerson Nogueira. Haverá também a apresentação de outra banda, assim como aconteceu em 2012, brindando o ano de 2013 cheio de obstáculos vencidos e vitórias. Qualquer pessoa pode participar da festa, porém, associados compram ingressos mais baratos a R$150, já incluso bebidas e buffet. Cada estabelecimento pode adquirir até 20 entradas. Não associado paga R$180 por cada ingresso. Os ingressos já podem ser adquiridos na sede da ACAI-TP. (Denis Pereira – A Voz da Notícia

 

COMPARTILHAR

Comentários