Torcida lota arquibancadas do Estádio Elias Arbex. (Foto: Thiago Luz / EPTV)

A casa estava cheia. A torcida em Três Corações estava confiante que depois de 22 anos teria, novamente, um time na elite do futebol mineiro. A tarefa de colocar a cidade no cenário do futebol estadual era de uma time novo, só oito anos. Mas que começa a escrever uma história de quem quer ter vida longa. Quem esteve no estádio Elias Arbex, na tarde deste sábado, viu Rudimar fazer de cabeça o gol da vitória sobre o Araxá, pela última rodada do Módulo II do Campeonato Mineiro.

As duas equipes contavam com a derrota do América TO, em Uberlândia. Na partida do Triângulo Mineiro, vitória dos donos da casa por 2 a 1 que contribuiu para o acesso do time de Três Corações. Com a vitória, o time de Três Corações terminou o Hexagonal Final em segundo lugar, com 16 pontos. Valente até o fim do jogo, o Ganso ficou com os mesmos 14 pontos, em terceiro, e disputa o Módulo II no ano que vem.

Uma vitória simples colocava o Tricordiano no Módulo I do Campeonato Mineiro. Jogando em casa e com apoio da torcida que foi em bom número, o time de Luiz Carlos Barbieri partiu para cima do Araxá. Com maior volume de jogo, o Tricordiano criava boas oportunidades, mas parava nas mãos do goleiro Flávio Moranga, do Ganso. Depois de uma chance com Dalmo, aos 17 minutos da primeira etapa, o Araxá foi engolido e se safou graças ao camisa 1 que garantiu a ida para o intervalo sem tomar gols e o empate em 0 a 0.

No início do segundo tempo o cenário estava bom para o Ganso. O Uberlândia vencia o América TO em casa e o empate dava a vaga na elite do Mineiro em 2016 para o Araxá. Mas Rudimar precisou de dois minutos para destruir o cenário. Bola levantada na área, o atacante cabeceou para abrir o placar e colocar o Tricordiano com a mão na vaga. Wallace Lemos mudou o Ganso e foi para o tudo ou nada, e a aposta era o atacante Dalmo, que era parada pelo goleiro ou finalizava mal. O Araxá ainda teve outras oportunidades, mas foi a vez do Tricordiano voltar para elite do Mineiro.

Fonte: G1 Sul de Minas

 

COMPARTILHAR

Comentários