O assunto do momento é o mosquito Aedes aegypti, responsável pela transmissão dos vírus da Dengue, Febre Chikungunya e do Vírus Zika. Nas redes sociais, nos veículos de comunicação e em todos os lugares não se fala em outra coisa. O assunto chegou na Câmara Municipal de Três Pontas e nesta segunda-feira (22), os vereadores comentaram as ações que estão sendo promovidas pela Secretaria Municipal de Saúde.

O vereador Francisco Botrel Azarias (PT), disse que teve notícias sobre o trabalho feito na Cidade, em visita que fez no setor e conversar com os responsáveis pela Vigilância Ambiental, Marcelo e Sebastiana. Atualmente, segundo Botrel, 9 pessoas estão responsáveis pelas visitas domiciliares e não estão conseguindo voltar a cada dois meses, conforme necessário. Isto porque, o Município não teria contratado os agentes de endemias, conforme foi autorizado em um projeto de lei na Câmara. Dos 9, dois estariam fazendo outros serviços. O que na opinião do petista é inadmissível, já que o Governo Federal 90% dos salários. Com estas dificuldades, aliado a falta de condições de trabalho – sem carro e o passe da Circular, o serviço está inexpressivo. Segundo soube, seriam necessários 23 pessoas trabalhando diariamente visitando os moradores e levando orientações de prevenção.

O vereador Paulo Vitor da Silva (PP), lamentou e disse ser triste ver que na contramão, a Administração informa, através dos vereadores da base, que o serviço está funcionando bem, quando a verdade é que ninguém foi contratado até hoje, desde o ano passado. O Executivo teve a autorização da Câmara para aumentar o número de agentes de 10 para 17 profissionais.

COMPARTILHAR

Comentários