*Paróquia terá atendimentos de confissões e adoração ao Santíssimo

O padre José Rodrigo Pereira, é o novo administrador paroquial da Paróquia Cristo Redentor, no bairro Catumbi em Três Pontas. Ele veio da Paróquia Nossa Senhora D’Ajuda, onde trabalhou durante oito meses com padre Ednaldo Barbosa, transferido para Nepomuceno.

Com 31 anos de idade, José Rodrigo que nasceu em São Gonçalo do Sapucaí, se ordenou padre em novembro de 2016. Passou por paróquias das cidades de Ilicínea, São Lourenço e São Thomé das Letras. Nesta última foi administrador paroquial por apenas quatro meses até ser transferido para a Paróquia Nossa Senhora D’Ajuda.

Padres que participaram da missa de posse do padre José Rodrigo Pereira

Quando chegou em Três Pontas, no ano passado, não sabia quanto tempo ficaria por aqui, muito menos que depois assumiria sozinho a Paróquia Cristo Redentor. Sua provisão era por tempo indeterminado, só soube em dezembro, no final do ano passado, que iria se tornar administrador paroquial na cidade onde já estava trabalhando. Sua posse foi realizada pelo Cônego José Douglas Baroni, o novo pároco da Paróquia D’Ajuda em 24 de janeiro. “Assumir novamente o comando de uma paróquia foi um presente de Deus, oportunidade que Ele me deu através do bispo diocesano da Campanha Dom Pedro Cunha. Fiquei feliz e ao mesmo tempo com uma preocupação boa, em corresponder as expectativas do povo e fazer o melhor que for possível pelas comunidades”, ressaltou padre José Rodrigo.

Nos primeiros dias, já fez reuniões com pastorais e movimentos e está vivendo dias intensos, recebendo amor, carinho e atenção dos paroquianos. Na avaliação dele, o povo tem demonstrado felicidade com sua chegada e está havendo uma interação muito grande. Quando chegou disse que quer ser o padre do máximo e quer que o povo também desse o seu máximo.

Contar com o povo é sempre necessário e fundamental, ainda mais quando não se tem um vigário paroquial. O sacerdote sozinho faz aquilo que pode, procura dar um jeito para corresponder a altura do que é necessário, mas a participação dos leigos deixa tudo mais eficaz.

O administrador paroquial percebeu que havia uma demanda maior por missas e outras atividades, até mesmo pelo tamanho das comunidades, sobretudo pelo potencial da Igreja de Nossa Senhora das Graças. “Vi que a Igreja precisava ser mais valorizada, precisava estar mais aberta e mais frequentada para se ter uma unidade maior”, pontuou padre José Rodrigo. Por isto, os horários de missas foram ampliados e dias reservados para atendimentos de confissões.

Na nova agenda semanal da Paróquia Cristo Redentor, toda quarta, sexta-feira e sábado haverá atendimentos de confissões e direção espiritual. Na quarta de 9:30 as 11:00 horas e de 14:00 as 16:30. As sextas-feiras de 14:00 as 16:30. Já no sábado será de 9:30 as 11:00 horas. É necessário agendar previamente os atendimentos.

Em relação aos horários de missas, toda terça-feira haverá celebrações eucarísticas nas comunidades rurais. Quarta-feira tem adoração ao Santíssimo o dia todo e missa as 19:30 na Igreja Nossa Senhora das Graças, no Catumbi. Sexta-feira tem missa na Comunidade Santa Rita e na primeira sexta do mês, na Comunidade São Cristóvão as 19:00 horas.

Aos sábados existem agora dois horários de missas. As 18:00 horas na Comunidade Padre Victor e as 19:30 na Igreja Nossa Senhora das Graças.

No domingo haverá cinco horários de missas o dia todo. As 7:00 na Comunidade Sagrada Família; as 8:30 na Comunidade São Cristóvão no bairro Aristides Vieira; as 10:00 na Igreja Nossa Senhora das Graças; as 18:00 na Comunidade São Judas Tadeu (Caic) e as 19:30 novamente na Igreja Nossa Senhora das Graças.  

Na visão de padre José Rodrigo, os horários não o sobrecarregou e ele percebeu que será algo bom para as comunidades. A mensagem que deixa aos seus paroquianos e trespontanos é de esperança, entusiasmo e alegria. “Que possamos intensificar as nossas orações. Temos novos padres na cidade. Que possamos rezar e contar com as graças de Deus colocando a mão na massa. Estou com muito amor para caminhar com o povo de Deus”, desejou em sua entrevista à Equipe Positiva.

COMPARTILHAR