Por Loui Jordan

A 14ª rodada do Brasileirão começa neste sábado (10). Os jogos do final de semana estão recheados de oportunidades, tanto para os times no início, meio ou final da tabela. Os confrontos de certa forma serão uteis para ratificar ou não, o desempenho de algumas equipes que estão irregulares há um bom tempo. Vale lembrar também que está edição do Brasileirão está longe de terminar, pois além de faltar algumas rodadas até atingir a metade do percurso, a cada momento o torneio fica mais imprevisível quando a pergunta é: quem será o campeão?

JOGOS DA 14ª RODADA

Briga pela ponta da tabela

Palmeiras e Bahia, Santos e São Paulo serão grandes jogos da rodada, sem esquecer o Flamengo. O líder, Santos, vai enfrentar o tricolor do Morumbi, tudo indica o jogo equilibrado sem favoritismo. O São Paulo precisa sempre provar algo e o Santos vem de uma sequência invejável, mas não é imbatível. O Peixe atualmente é muito melhor, no entanto, o São Paulo está se reforçando e aparenta querer brigar pelo título.

Os outros dois jogos são distintos, o Palmeiras é favorito diante do imprevisível Bahia. Jogando como mandante, o Palmeiras tem a chance de seguir sua caça ao rival da cidade de Santos. No duelo do Maracanã, o Flamengo recebe o Grêmio, o tricolor gaúcho que vem de empate contra a Chape precisa pontuar mais. O problema é que terá a incômoda tarefa de vencer o Flamengo, embora o time rubro-negro- viva sobre desconfiança, tem mais apreço pelo campeonato. O Grêmio tem optado mais por Copas, isso não significa jogo fácil, mas tem o mesmo peso para ambas as equipes nesse duelo, o Grêmio por precisar vencer e o Flamengo pelo mesmo motivo.

Tudo para espantar a má fase

O jogo a se destacar na parte inferior da tabela é Avaí e Cruzeiro. O confronto entre o último colocado contra o 18º. Teoricamente o Cruzeiro seria favorito, mas a essa “altura dos desempenhos” é melhor evitar essa palavra. O Avaí não venceu ainda no campeonato, jogará em casa. A Raposa por sua vez, vive má fase, o time não tem feito gols, tem criado muito pouco e a defesa não é a mesma de outrora, isso é uma fase. Entretanto é bom cuidar para que ela seja rápida. Uma vitória dos mineiros será crucial, já um triunfo dos catarinenses será o ápice do pior momento do Cruzeiro nos últimos anos, bem verdade que em 2011, a Raposa foi mal e também é verdade que se o Avaí vencer terá seus méritos, mas certamente é o duelo mais desesperador.

 

 

COMPARTILHAR