O movimento CarnavalizaTP criado para resgatar a tradição que Três Pontas tinha, de realizar umas das melhores festas do Sul de Minas, cumpriu seu objetivo no primeiro da Festa de Momo.

No início da tarde, os foliões “desceram” para a Praça Prefeito Paulo de Paiva Loures, a “Praça do Centenário”. Com camisetas do Bloco, fantasias ou a roupa normal do dia, não faltou foi alegria para curtir este Carnaval que tem a proposta de reunir, famílias, amigos e todo mundo que queira e tenha disposição para se divertir.

Duas marcas registradas do Carnaval trespontano abriram a festa. Primeiro o Corpo de Dança Ritmos. O aulão dos professores Myller Bueno e Roberto Fior atrai muitas mulheres, mas os homens também participam. A maioria não tem muito jeito para a dança, mas o importante é não ficar parado. Depois a Banda de Marchinhas. A turma do maestro Wander Scalioni é unanimidade e no Carnaval se desdobra para atender a todos os pedidos de apresentação.

O palco montado embaixo de uma tenda, aproximou os artistas dos foliões, todos juntos, misturados ao som de samba, pagode, axé, sambas enredos e marchinhas que se tornaram inesquecíveis.

Tom e sua banda que completam 10 anos de estrada, suaram a camisa, mas não deixaram ninguém parado. Comecinho da noite, a turma saiu do Centenário e foi para a Avenida Oswaldo Cruz, guiados pela Banda de Marchinhas. Foliões seguiram dançando e cantando, o mesmo trajeto que havia sido divulgado quando o Carnaval estava acertado para acontecer na Praça Cônego Victor, a Praça da Igreja.

No trajeto, quem estava em casa saiu nas janelas e sacadas. Os mais animados seguiam a turma, fazendo selfies, tirando fotos e registrando que o primeiro dia de Carnaval estava um sucesso.

Ao chegarem na Avenida Oswaldo Cruz, o movimento fazia paradas nos bares e a Banda de Marchinhas recebia aplausos. Eles foram até a esquina da Rua Carlos Pelegrini, onde um outro palco já estava montado com uma banda que tocou até as 22:00 horas.

A Polícia Militar, Guarda Civil Municipal e uma equipe de seguranças garantiram a segurança dos foliões e o clima foi de paz. Não foi registrada nenhuma ocorrência na Praça e na Avenida.

COMPARTILHAR