A falta de chuva está colocando os mananciais que abastecem a cidade de Três Pontas em níveis que preocupam a direção do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae). Com níveis baixos dos reservatórios, a pressão da água diminui, prejudica bairros mais altos e faz com que o gasto com energia elétrica cresça. Com isto, o Saae está iniciando uma campanha pedindo que os moradores economizem água ao máximo, utilizem dentro do necessário, em solidariedade uns aos outros.

As localidades mais altas que enfrentam dificuldades e a falta de água são: Ponte Alta 1 e 2, Vila Marilena, Philadélfia, Jardim Paraíso, Aristides Vieira, Cidade Jardim e um trecho na Rua Nossa Senhora D’Ajuda e adjacências.

De acordo com o diretor adjunto do Saae, Afonso José de Carvalho, a situação está controlada, mas a autarquia está se preparando para enfrentar um tempo difícil com a chuva que não cai.  “As vezes acontece casos isolados de desabastecimento, mas nossa maior preocupação é essa chuva demorar a chegar e essa situação se agrave”, justifica.

Outro apelo do diretor adjunto, é que as pessoas coloquem caixa d’água em casa. Tem pessoas que pela condição financeira não consegue, ainda mais com a pandemia, mas é recomendado que se faça um esforço.

Afonso prega que as pessoas utilizem água com consciência e racionalidade. No caso de piscinas, que ficam cheias neste período de altas temperaturas e recomendado que evite ficar trocando a água, usando produtos para fazer tratamento para conservar a limpeza.

O Saae está trabalhando na duplicação da Estação de Tratamento de Sete Cachoeiras. Em 2017, segundo Afonso Carvalho, o Saae conseguiu um financiamento para fazer a obra que vai dar mais segurança no abastecimento. A obra está em fase de licitação.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here