Por Loui Jordan

A 27ª rodada do Campeonato Brasileiro deu mais uma amostra da disputa ferrenha pelo título. O Palmeiras que venceu o Cruzeiro por 3 a 1 no Pacaembu, se tornou líder da competição com 53 pontos e aguarda ansiosamente a próxima rodada, onde o alviverde visitará o tricolor do Morumbi. É claro que o fato de o São Paulo ter empatado com o Botafogo no Rio de Janeiro, contribuiu diretamente para a liderança do Verdão vir à tona.

Palmeiras na ponta!

O reencontro entre Palmeiras e Cruzeiro foi o imaginado. O Palmeiras venceu o jogo com seus méritos e reservas de luxo em uma mescla. O Cruzeiro poupou o time titular pensando na Libertadores, assim como o adversário tem feito. Sim, existiu um lance polêmico, mas marcar aquele pênalti a favor do Palmeiras não é nenhum escândalo. Todos sabiam que o Palmeiras era favorito e vinha mordido, já a raposa sairia satisfeita com um ponto da cidade de São Paulo.

O Verdão já vinha poupando e fazendo o chamado rodízio.  O Cruzeiro não é diferente, as confusões na eliminação da última quarta-feira (26), não acabaram e não vão acabar tão cedo. Por mais que Lucas Lima e Hyoran tenham marcado gols no confronto desse domingo (30), o Palmeiras jogou para o gasto, não se desgastou tanto. O time de Mano Menezes utilizou a mesma tática e sem a bola marcava como gosta, para a os dois times ficaram lições distintas.

O Palmeiras terá que ajustar o futebol no aspecto de criação em jogos que necessitará de determinado repertório e saber equilibrar as duas competições. O time paulista está na Libertadores e hoje é líder do Brasileiro, não resta dúvida que elenco, camisa, torcida e técnico o clube possui com fartura, o problema é saber encaixar “jogos” em ambas competições sem perder a “disputa”. Caso o Palmeiras saia derrotado em um duelo no torneio continental e tenha que remontar o placar, ele que se certifique de balancear isso bem, caso contrário o campeonato por pontos corridos será sobrecarregado.

Para o Cruzeiro, resta uma “final” contra o Boca Juniors e claro, apostar tudo na Copa do Brasil. O Brasileirão acabou para o Cruzeiro, matematicamente ainda pode acontecer milagre, mas o foco e o futebol estão voltados para os mata-matas. O time oscila em administração de resultados, isso pode atrapalhar, a carta na manga é o técnico copeiro e que sabe lidar com o plantel. O torcedor do Cruzeiro sabe assim como o clube, que a raposa sempre entra para ganhar, no entanto, sem demagogia, na manhã no Pacaembu, um ponto já seria comemorado pelas circunstâncias do jogo e das propostas no Brasileiro.

O que esperar da reta final do campeonato?

Palmeiras, Internacional, São Paulo e Grêmio, com bondade o Flamengo. Esses são os que estão pleiteando o troféu. O galo não tem futebol para isso mais, o Flamengo parece não saber administrar o “todo”, não deve apostar nele. Os quatro times que restam são competitivos o suficiente para deixar o campeonato pegando fogo. O Palmeiras está na frente de todos eles, só tem um “problema” se é que assim podemos chamara Libertadores. Inter e São Paulo jogam um futebol parecido em linhas gerais, propostas que se assemelham, tanto gaúchos quanto paulistas perdem o fôlego às vezes, é preciso mais certeza em suas atuações.

Já o Grêmio demostra a cada jogo o seu potencial, o time de Portaluppi tem lá seus defeitos e um deles é a consistência ofensiva, entretanto não é bom “deixar” brechas para o Imortal, ele costuma aproveitar e jogar sério quando cobrado. A rodada terminará nesta segunda (01), nada vai mudar a parte de cima. O tempero verde que o clube de maior investimento nos últimos anos tem, faz com que o campeonato ganhe enredos diferentes, ainda restam rodadas a serem cumpridas, não sabemos como chegarão cada clube até a antepenúltima, penúltima ou última data. Sabemos que se continuar o mesmo roteiro das últimas rodadas, esse tempero verde pode acabar dando água na boca. O Palmeiras tem que se concentrar e apostar em seu futebol, no pós-Copa é o melhor time do país e em aproveitamento o melhor do ano, só não deve cometer equívocos seletivos e abaixar a guarda, afinal esse campeonato já demostrou que ser líder significa ganhar e perder consistências.

Quem pode assumir a liderança na próxima rodada?

Apenas dois jogos mostrarão ou não isso. O São Paulo recebe o Palmeiras no Morumbi sábado (06) às 18 horas. O Internacional visita o Sport às 19 horas da sexta-feira (05), vale lembrar que caso o Grêmio vença seu jogo contra o Bahia em Porto Alegre, ele não se torna líder. Não haverájogos domingo (07) devido às eleições.

COMPARTILHAR

Comentários