A Câmara Municipal aprovou em sessão ordinária desta segunda-feira (08), apenas um projeto, de Decreto Legislativo que homenageia o promotor de Justiça Dr. Artur Forster Giovannini, com o Título de Cidadania Honorária Trespontana.

Nas cadeiras reservadas ao público, membros da Liga Espírita Caminho de Luz, que tem um projeto tramitando na Casa Legislativa.

Antes da pauta, vários vereadores fizeram pronunciamentos na Tribuna no tempo reservado ao Pequeno Expediente. Ao mencionarem melhorias que estão acontecendo na cidade, disseram que haviam vários pedidos feitos na Secretaria de Transportes e Obras e que é fruto de reivindicações de praticamente quase todos eles.

O vereador Roberto Donizetti Cardoso (DEM), comentou que na última semana foi realizada Audiência Pública, que tratou da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO). Robertinho gravou um vídeo para explicar que a reunião é realizada para que a população apresente suas demandas. E também para falar da necessidade de melhorias na Avenida Oswaldo Cruz, que sofre com problemas de inundação. Internauta comentou que ele estaria fazendo política para procurar um deputado. Robertinho respondeu que não, e que foi mal interpretado. Sobre o asfaltamento da estrada do Foguetinho, lembrou que em 2002, quando ele era vereador e Adriene Barbosa prefeita e conquistou a Fábrica de Brinquedos a Estrela, o projeto já existia. Ele reconhece que o mérito obviamente é do prefeito Marcelo Chaves (PSD), mas que o projeto é antigo. O vereador relembrou outras importantes obras de asfaltamento que são sonhadas pela população; como as estradas para o Pontalete, onde uma época até a prefeitura foi proibida de fazer a manutenção porque estava pronta para a obra; a construção da terceira pista na MG 167, entre Três Pontas e Varginha e o asfaltamento da estrada vicinal para Carmo da Cachoeira.

O vereador Érik dos Reis Roberto (PDT) fez uma indicação ao Chefe do Executivo, para que analise melhorias na cidade quanto a falta de acessibilidade em novas construções, principalmente nas calçadas. As edificações avançam o espaço permitido, tem muitas que construiram até degrau no passeio e rampas do lado de fora, criando desnível e  dificuldades em cadeirantes e deficientes visuais, mas também em idosos e crianças. Na opinião do pedetista, é preciso corrigir estas inconformidades.

O vereador Francisco Fabiano Diniz Júnior (PP), parabenizou a organização do Festival Canto Aberto, manifestando a importância da arrecadação de cobertores – campanha que abraçada pela Associação Comercial.

O vereador Geraldo José Prado (Coelho – PSD), falou de melhorias que estão acontecendo em vários bairros e as atribuiu como frutos também de seu mandato. Ele disse que a cerca de seis meses, levou o prefeito Marcelo Chaves e o secretário de Obras Maquil Pereira em trechos de ruas que estavam com o asfalto bastante assoreado e fizeram a promessa de recuperar as boas condições das vias. Em trechos da Ari de Brito, Ítalo Duarte e Guido Mendes, a melhoria está sendo feita e Coelho fez questão de dizer que o prefeito cumpriu com sua palavra. Assim também na Rua Alagoas, no bairro Santa Inês, onde está a rede pluvial está sendo feita pelo Saae e depois o recapeamento irá chegar. Ele disse que é preciso reconhecer o trabalho feito pela atual gestão. O vereador só reclamou da falta de lâmpadas na quadra poliesportiva do bairro Antônio de Brito, mas já tem a promessa que o espaço será revitalizado e que um parquinho será colocado no local.

O vereador Luis Carlos da Silva (PP), parabenizou a Secretaria de Cultura, Lazer e Turismo, pelo Festival Canto Aberto realizado no fim de semana. Luisinho acrescentou que os finais de ruas que estão sendo recapeados é fruto de pedidos feitos por ele e outros colegas que oficiaram a Prefeitura.

O vereador comentou também sobre a pandemia do Covid-19 em Três Pontas. Acompanhando de perto o trabalho da Secretaria de Saúde, é testemunha que ela tem se esforçado na divulgação das medidas que precisam ser adotadas pela população, mas que ela tem acreditado que a crise da doença passou e, isto não é verdade. Prova que o povo está tranquilo, é que o movimento no Pronto Atendimento Municipal (PAM) que havia caído, já voltou ao normal. Mas o local não é indicado para ser frequentado, dado ao risco de contaminação. Por outro lado, nas unidades básicas de saúde estão sobrando fichas para as consultas médicas.

O vereador Sérgio Eugênio Silva (Cidadania) fez um desabafo, por conta de uma resposta a uma sugestão que foi dada por ele, a algumas semanas atrás. Serjão havia sugerido que a Prefeitura instalasse lavatórios com fornecimento de sabonete líquido nas praças Cônego Vitor, Tristão Nogueira e no cruzamento das avenidas Ipiranga com Oswaldo Cruz, locais de grande movimento para que as pessoas pudessem lavar as mãos, uma medida que estaria de encontro as questões de prevenção ao novo Coronavírus.

Visivelmente insatisfeito com ofício que recebeu de resposta, o vereador do bloco oposicionista, lembrou que muitas vezes defendeu a atual Administração, principalmente no período de transição de governo neste mandato, período em que o prefeito Marcelo Chaves enfrentou muitas dificuldades e um turbilhão de críticas vindas principalmente daqueles vereadores da base. “Quem deveria ficar do lado naquela época se afastou. Quando as coisas melhoraram começam a elogiar”, analisou. A relação de Sérgio com Marcelo é excelente, chegou até a gerar brincadeiras, quando insinuavam que o vereador estaria tomando muito cafezinho no gabinete. Isto porque, Sérgio sempre tomou uma postura de não ficar atacando o Governo Municipal. .

Agora, ao invés de demonstrar gratidão por isto, o legislador leu um trecho do ofício que ele recebeu como resposta. Nele, o secretário de Obras Maquil Pereira, afirma que é necessário o gasto de elevados recursos financeiros não sendo isto prioridade para a Secretaria neste momento. Ainda é justificado, que a estrutura pode sofrer ações de vandalismo, principalmente no período noturno, o que acarretaria em um desnecessário e ineficiente uso dos recursos públicos. Dizendo estar chateado, fez dois questionamenntos: porque acham a ação desnecessária e onde os R$6 milhões que chegaram estão sendo aplicados.

A secretária da Mesa Diretora Marlene Rosa Lima Oliveira (PDT), concorda com a instalação dos lavatórios e acrescentou que isto não seria difícil, pois todas as praças já tem uma ligação de água. Falando em vandalismo, ela lamentou que a Prefeitura tenha dado uma repaginada naa orla do Distrito do Pontalete pouco ante do Carnaval e vândalos durante a noite já destruíram tudo de novo. Ela sugere que seja colocado um servidor para trabalhar no Distrito, e que fique inclusive um guarda no período noturno.

O presidente da Câmara Maycon Douglas Vitor Machado (PDT), concordou com uma frase dita algumas vezes pelo colega vereador Luiz Flávio Floriano (PDT). “ Se a Administração está indo bem, é mérito também de todos os vereadores”. A justificativa, é que a Câmara tem sido parceira, colaborando com a aprovação de projetos, entre outras ações adotadas, que demonstram a preocupação dos 11 parlamentares com a população trespontana.

Maycon parabenizou a Secretaria de Cultura por reinventar o festival e dar tão certo e por aliar o evento com a campanha conseguiu arrecadar mais de 500 cobertores, que serão doados para famílias carentes, já cadastradas na Secretaria de Assistência Social. Ele também enalteceu a qualidade das músicas apresentadas, garantindo um alto nível de disputa.

Sobre o recapeamento que está sendo feito, ele é testemunha, porque envia os ofícios ao Poder Executivo, da quantidade de pedidos que foram feitos por ele e por vários colegas que estavam ouvindo as reivindicações antigas dos moradores das ruas que ficam no bairro Turmalinas e Aristides Vieira.

Sobre a resposta que Sérgio recebeu, o presidente reinterou que o Poder Executivo tomasse mais cuidado ao responder os ofícios e, admite que tem faltado as vezes cordialidade, na forma como tratar o parlamentar, que está levando um pedido feito pelos moradores, mesmo que a resposta seja negativa. Maycon lembra que costuma enviar a resposta a quem fez a solicitação e o conteúdo que chega, nem sempre dá para ser divulgado.

É o caso de um pedido que fez, para que seja instalada uma faixa elevada de pedestre próximo do cruzamento da Avenida Senador Josino de Brito, com a Rua José Caxambu. A resposta que teve, foi que a via é dotada de sinalização e que os eventuais acidentes no local são causados pelo desrespeito a sinalização. E termina dizendo que não há previsão de instalação de redutores nesta localidade.

Maycon reconhece que sabe da falta de respeito dos motoristas com a sinalização, mas quer que seja dada pelo menos outra alternativa, antes que alguém morra.

Dr. Artur se tornará um Cidadão Trespontano

O promotor de justiça com mais tempo em Três Pontas, Artur Forster Giovannini, se tornará por direito, um Cidadão Honorário Trespontano. É que o vereador Francisco Fabiano Diniz Júnior (Professor Popó – PP), apresentou um projeto de Decreto Legislativo indicando seu nome para receber o reconhecimento honorário.

Dr. Artur está na Comarca desde 2003 que na época contava apenas com um promotor de justiça. Ele é natural de Campinas e ingressou no Ministério Público em fevereiro de 2001. Autou como promotor substituto nas comarcas de Belo Horizonte, Alfenas, Campos Gerais, Monte Belo, Pouso Alegre, Camanducaia, Extrema, São Gonçalo do Sapucaí. Após ser promovido como titular, veio para Três Pontas onde está atuando até hoje na 1ª Promotoria.

Popó justificou que foi uma vontade sua homenageá-lo, pelas afinidades que ambos tem com os animais, mas também foi um pedido do provedor da Santa Casa Michel Renan Simão Castro. É que Dr. Artur é um defensor ferrenho do Hospital e tem atuado contribuindo diretamente na solução da crise financeira que Michel assumiu ao tomar posse na provedoria. O Decreto Legislativo foi aprovado por unanimidade.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here