A Prefeitura de Santana da Vargem aderiu a onda vermelha, do Programa Minas Consciente, do Governo do Estado e por isto, o prefeito Renato Teodoro da Silva, assinou um Decreto, em que determina o fechamento dos estabelecimentos não essenciais ou aqueles que tenha qualquer tipo de aglomeração. Está proibida também, a realização de quaisquer atividades ou eventos, como cultos religiosos e atividades de recreação, ao ar livre e festividades em propriedades e casas particulares.

A determinação foi tomada dado ao aumento exponencial de casos da Covid-19, nas últimas semanas, conforme os boletins publicados diariamente nas mídias sociais do município de Santana da Vargem. A preocupação é com o risco de surto da pandemia e a perda do controle pelas autoridades sanitárias da propagação da doença.

O documento assinado nesta segunda-feira (31), é válido por dias 15 dias. Os estabelecimentos que estão fechados e possuem estrutura, podem atender apenas com delivery. A Prefeitura pode acionar a Polícia Militar para garantir o cumprimento das restrições.

O toque de recolher que continua em vigor na cidade, teve o horário ampliado. Moradores não podem sair de casa entre 19:00 horas e 5:00 da manhã, enquanto perdurar a pandemia da Covid-19.

Os trevos e acessos secundários à cidade estão fechados. A entrada só está acessivel pelo trevo principal da BR 265, onde foi montada uma barreira sanitária. Praças e áreas de esportes estão fechadas. O uso de máscara é obrigatório e na falta dela, o morador pode ser multado em R$80. A cidade está fechada, só entra pelo trevo principal da BR 265, onde está montada uma barreira sanitária. As praças e áreas esportivas também foram interditas e não podem ser utilizadas.

A Prefeitura pode acionar a Polícia Militar para garantir o cumprimento das restrições.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here