A última sessão da Câmara antes das Eleições, realizada na noite desta segunda-feira (09), foi marcada por discursos focando uma prestação de contas pelos serviços prestados ao longo do mandato e o desejo de boa sorte entre eles. Sem nada na pauta, o vereador vice presidente da Câmara Antônio Carlos de Lima (Antônio do Lázaro – PSD), pediu a votação de um projeto protocolado na última quinta-feira (05), que não passou pelas Comissões, porém, tem o pedido de votação em caráter de urgência.

Antes, no Pequeno Expediente, o vereador Érik dos Reis Roberto (PDT), comentou sobre o pedido que fez sobre a Prefeitura viabilizar internet gratuita para os estudantes que estão estudando home office. Ele falou com membros do Poder Executivo sobre a importância de dar este apoio às crianças, principalmente de famílias carentes. Ele criticou também o quesito educação do Plano de Governo dos dois candidatos a prefeito. Érik que ocupou a pasta entre 2013/2016, disse que esperava mais, que as propostas são pobres e sem visão de futuro.

A vereadora Marlene Rosa Lima de Oliveira fez questionamentos sobre a situação das enormes filas que estão sendo formadas nas agências bancárias todo início de mês. Citou especificamente nesta segunda-feira, onde as filas do Itaú e da Caixa Econômica Federal fizeram com que até uma via que passa pela Praça Tristão Nogueira fosse interditada para veículos.

Marlene Lima fez algumas perguntas e depois ela mesma respondeu. As instituições estão dando preferência aos deficientes, idosos e gestantes? Ela diz que as críticas não são aos funcionários, mas ao bancos que não dão a mínima às pessoas. Em contrapartida, a vereadora lembra que os bancos recebem para realizar o pagamento dos aposentados. Eles tem passado horas na fila, enfrentam o sol forte e sem ter um banheiro para usarem. “Leis não estão sendo cumpridas em Três Pontas”, respondeu. Marlene pediu que seja enviado ofícios ao INSS e Febraban, para ver a possibilidade de melhorar este atendimento.

O vereador Luiz Flávio Floriano (Flavão – PDT), pontuou que cobra desde o início do mandato, providências para a melhoria do trânsito. A situação de algumas vias está insuportável, precisando de colocação de algumas ruas com sentido único. Flavão desejou boa sorte aos candidatos à vereador, prefeito e vice.

Geraldo José Prado (Coelho – PDT) desejou sucesso aos colegas de bancada e aos eleitores que escolham boas candidatos, mas lamentou sobre as críticas que postaram em uma rede social. Coelho diz que todos os vereadores cumpriram seus papéis e as pessoas não conhecem o trabalho e criticam dizendo que nada foi feito. Durante os 45 dias de campanha, Coelho diz não ter falado mal de nenhum adversário das urnas, mas leu palavras que o desagradou e não condiz com a verdade. Ele classificou o ato de atacar, ele, o presidente Maycon Machado e Antônio do Lázaro, como uma grande falta de respeito, a eles e às suas familias.

Já Roberto Donizetti Cardoso (Robertinho – DEM), pediu envio de ofício para a Secretaria de Obras fazer a limpeza de terrenos baldios e área que fica a beira do córrego do bairro Jardim Primavera. Ele também respondeu a comentários postados em sua rede social, sobre a instalação das grades de proteção da Avenida Oswaldo Cruz. Lembrou que já havia solicitado a melhoria, que no ano passado o Executivo não teve interesse e, que fez agora com emendas impositivas dos vereadores, inclusive dele.

O vice presidente Antônio do Lázaro, comentou sobre a visita do candidato a reeleição Marcelo Chaves, no Distrito do Quilombo Nossa Senhora do Rosário e alertou os presidentes de partidos que orientem os candidatos a não jogarem “santinhos” e material de campanha sujando as ruas e principalmente a porta dos colégios eleitorais no dia 15 de novembro, dia da votação.

Sérgio Eugênio Silva (Cidadania), lembrou de atos agressivos que estão surgindo nesta disputa eleitoral vindos dos dois grupos políticos que disputam a Prefeitura. Ele tem visto a disputa nas redes sociais e diz que não compactua e não se envolve nestes ataques pessoais.

O presidente Maycon Machado também deu uma resposta. Disseram que depois que foi eleito, não mora mais Três Pontas, o que é mentira. Maycon deixou claro que há anos trabalha em Varginha, bem antes de assumir uma cadeira no Poder Legislativo. Terminou desejando sorte aos colegas de bancadas e que os eleitores escolham os melhores para a próxima legislatura.

Recursos à saúde aprovados

O único projeto votado e aprovado por unanimidade, trata de recursos financeiros que chegaram do Ministério da Saúde para a Secretaria Municipal de Saúde, totalizando R$ 230.767,40. Sendo R$56.440,00 que está sendo repassado aos municípios para o fortalecimento das equipes e serviços da atenção primária decorrente da Covid-19 e R$174.236,40 que vai para a compra de medicamentos para pacientes com problemas de saúde mental, ocasionados pelos impactos sociais pela pandemia do novo Coronavírus. Não houve discussão para a votação.

Próxima sessão

O presidente da Câmara Maycon Machado anunciou aos colegas e à imprensa, que assinou uma portaria mudando a próxima sessão ordinária para a quinta-feira (19) e não na segunda-feira, como tradicionalmente é realizada.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here