O corpo de Alan Alex de Souza de 34 anos, que morreu carbonizado em um acidente na MG 167, entre Três Pontas e Santana da Vargem, foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) de Varginha. Alan era trabalhador rural e estava atualmente trabalhando na colheita de café. Ele deixa esposa e um casal de filhos de 4 e 8 anos de idade.

Segundo familiares, Alan que morava no bairro Santa Edwirges, voltava da casa de sua tia em Santana da Vargem, quando acabou batendo de frente com um ônibus da Gardênia. Alan estava sozinho em um Chevette quando perdeu o controle da direção e acabou sendo arrastado por cerca de 30 metros e pegou fogo. Tanto o ônibus como o carro ficaram completamente destruidos pelas chamas.

A identificação do corpo só foi possível por causa da placa do carro. No ônibus que iria para Boa Esperança, estava apenas o motorista que não se feriu. O incêndio foi controlado pelas equipes do Corpo de Bombeiros de Varginha.

Veja a reportagem completa do acidente

O trânsito ficou parado nos dois sentidos e só foi liberado após os trabalhos periciais feitos pela Polícia Civil. Houve um enorme congestionamento. O corpo será velado no Velório Municipal, mas ainda não há horário do sepultamento.

Alan de Souza tinha 34 anos, esposa e dois filhos

COMPARTILHAR

Comentários